Viktoria Zeynep Gunes
Instagram
Viktoria Zeynep Gunes

A invasão da Ucrânia por tropas russas completou um mês neste domingo e segue sem sinais de arrefecimento.

No esporte, as reações também seguem fervendo. Nesta segunda-feira, a nadadora Viktoria Zeynep Gunes (ver galeria abaixo) virou alvo da ira do ministro dos esportes russo, Dmitry Svishchev, ao aparecer em foto pisando em bandeira do país. 

— É realmente repugnante. Eu quero acreditar que a Federação Internacional de Natação (Fina), assim como outras organizações relevantes, vão punir a nadadora por este comportamento. Os nossos atletas foram punidos pelas suas atitudes e temos aqui um verdadeiro excesso de nacionalismo em relação a um país. As provocações devem ser punidas, independentemente do país ao qual são dirigidas. Penso que a nossa união devia procurar a Fina com um pedido para investigar este caso em detalhes — afirmou Svishchev a agências internacionais.

A foto foi postada no último dia 25, nos stories do seu perfil do Instagram. A atleta, ucraniana de nascença, precisou deixar a Crimeia após uma invasão de tropas russas à região, alvo de conflitos separatistas, em 2014. Desde então, compete pela Turquia.

Nesta segunda-feira, ela fez nova menção ao atual conflito. Repostou foto da bandeira do exército ucraniano com um desenho simbolizando paz e os dizeres "Não me pergunte se minha família está segura. Minha família tem 44 milhões de pessoas agora", em referência ao povo ucraniano.

Viktoria Zeynep Gunes disputou os Jogos Olímpicos do Rio-2016 e de Tóquio-2020, ambos pela Turquia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários