Flavio Saretta
Reprodução/Instagram
Flavio Saretta

Em conversa exclusiva à Betway,  o comentarista Flávio Saretta (veja fotos na galeria abaixo) revelou preferência entre Federer, Nadal e Djokovic, mas aposta em outro nome para 2022.


Foi no Rio de Janeiro que Flávio Saretta viveu o último grande momento da carreira de tenista. Uma conquista dramática, digna de filme, e com final feliz: medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007.

"É uma recordação muito viva na minha mente. Joguei com o cotovelo fraturado a partir das quartas de final e não sabia. Fazia massagem, injeção e jogava", relembra Saretta à nossa equipe de apostas de tênis, que para ser campeão precisou salvar dois match points na semifinal - quando perdia para o argentino Eduardo Schwank - e dois na final contra o chileno Adrián García, que chegou a sacar com 5 a 3 de vantagem no último set.

Leia Também

Leia Também

Falar de Rafael Nadal e não lembrar de Roger Federer e Novak Djokovic é missão quase impossível. Recém-campeão do Australian Open no último dia 30 de janeiro após batalha épica contra o russo Daniil Medvedev, o espanhol se tornou o homem com mais títulos de Grand Slam na história. Agora, Nadal tem 21 conquistas de Majors, contra 20 de Federer e de Djokovic.

"Na época que o Pete Sampras era o recordista e tinha 14 Grand Slams era um negócio surreal imaginar que alguém ganharia isso. Temos nessa geração três caras com 20 Grand Slams [Nadal ganhou o 21° após a realização dessa entrevista]. É ridículo o que eles fizeram. E com chances de ganhar mais. Eu acho que daqui a 50 anos a comparação vai ser medida pelo número de Grand Slams que cada um tiver, não tem como", analisa Saretta sem fugir da pergunta mais complexa e intrigante do tênis: Federer, Nadal ou Djokovic? Quem é o maior?

"Como gosto de uma boa polêmica, eu vou falar que acho o Djokovic mais jogador. Acho que ele tem a genialidade do Federer, com a força mental e física do Nadal. Gosto muito de como ele sai dos momentos difíceis. Um cara que é gigantesco e joga com torcida contra desde que surgiu, por isso acho ele maior ainda". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários