Medina e a mãe
Divulgação
Medina e a mãe

Enquanto vai se entendendo com o pai biológico , Gabriel Medina segue em pé de guerra com a mãe e a novela tem um novo capítulo, agora envolvendo questões financeiras.

De acordo com o site Metrópoles, após o rompimento entre as partes, a mãe e ex-empresária do surfista, Simone Medina, teria ganho por volta de R$ 5,5 milhões, referentes aos acumulados da empresa a SGM Esportes, que abriu com o filho em 2014. A quantia equivaleria a 25% da cota de participação de Simone na companhia, que tocava obras no setor imobiliário em Maresias, no litoral de São Paulo.

Antes, em agosto, o padrasto do esportista, Charles Saldanha, que era o treinador de Gabriel, já tinha deixado a sociedade.

Ainda de acordo com a mesma fonte, Simone teria acumulado nos mais de 20 anos como empresária do filho um Audi, avaliado em R$ 315 mil, e três imóveis que somados valiam R$ 1,6 milhão. Duas das casas, aliás, já foram vendidas. Em 2018, uma delas foi repassada por R$ 650 mil. Já a outra foi negociada em meio à crise com o filho e foi vendida, em julho, por R$ 860 mil.

Vale lembrar que, recentemente, o surfista Gabriel Medina, que tem um patrimônio superior a R$ 100 milhões e fatura R$ 12 milhões anualmente, decidiu vender o instituto que abriu em 2017 e leva o seu nome, na praia de Maresias. Criado para formar novos surfistas, o local, que era administrado por Simone, foi fechado e chegou a ser vandalizado. Agora, o prédio foi colocado à venda por R$ 9 milhões.

O local tem estacionamento privativo, salas e uma piscina. Além disso, tem acesso direto à praia, o que facilitava para os alunos. No prédio, os jovens também tinham aulas de tecnologia, natação e apneia. Eles também faziam musculação em uma academia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários