Glenda Kozlowski agora faz parte do Grupo Bandeirantes
Reprodução/Instagram
Glenda Kozlowski agora faz parte do Grupo Bandeirantes


É inegável que Glenda Kozlowski ostenta um sobrenome forte, porém difícil de se pronunciar. Pelo menos, no Grupo Globo, onde permaneceu por mais de 20 anos, a ex-apresentadora encontrou certas dificuldades para ter seu nome 'aceito' por José Bonifácio de Oliveira, o Boni, um dos grandes nomes por trás da emissora carioca.


Leia Também

Leia Também

Em entrevista ao podcast 'Flow Sport Club', Glenda contou que o ex-chefão da Globo pretendia mudar o seu nome de apresentação, uma vez que era uma espécie de trava-língua.

- Meu sobrenome é polonês. Quando fui contratada pela Globo, eu já tinha sido atleta, mas o Boni quis mudar meu nome. 'Como é? Vou contratar quem? Qual nome dessa garota? Você pode imaginar nosso apresentador do Jornal Nacional chamando Glenda Kozlowski? Ela não tem outro sobrenome?' - disse Glenda, que é tetracampeã mundial de bodyboard, se referindo às aspas de Boni.

- E quando falaram para ele os meus outros sobrenomes, Gonçalves e Reis, ele não gostou. Tiveram que falar pra ele: 'Boni, não tem como mudar o sobrenome dela. Ela foi atleta, as pessoas conhecem ela'. Ele aceitou, mas disse: 'Por mim, eu mudaria esse nome'. Já pensou? Quase ganho um outro nome ou sobrenome - brincou a apresentadora da Band.

Depois de deixar o Grupo Globo no fim de 2019, a apresentadora assinou com o SBT para comandar o reality show "Uma vida, um sonho". Entretanto, antes mesmo de ir ao ar, a profissional entrou em acordo e rescindiu seu contrato. Em 2020, foi anunciada como novo reforço da Band para integrar a equipe de esportes da emissora.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários