Agnes Tirop foi assassinada a facadas
Reprodução / Instagram
Agnes Tirop foi assassinada a facadas

Os responsáveis pela investigação da morte de Agnes Tirop encontraram uma carta de confissão que teria sido deixada por Ibrahim Rotich,  ex-marido e principal suspeito do  assassinato da atleta queniana.

(Veja abaixo galeria de fotos de Agnes Tirop)


Andolo Munga, membro da polícia do condado de Keiyo North, revelou que Rotich deixou o bilhete em sua casa antes de fugir em uma tentativa de escapar para um país vizinho.

- Agora, temos evidências esmagadoras para confirmar o assassinato. O laudo da autópsia e a carta de confissão do suspeito, bem como a descoberta das armas que mataram a atleta - uma faca e uma clava de madeira. São fortes evidências - disse Andolo.

O corpo de Tirop foi encontrado em uma poça de sangue na quarta-feira, 13 de outubro, em sua casa em Iten, onde seu marido teria a esfaqueado até a morte.

Leia Também

A famíllia da vítima suspeita de que a motivação do crime tenha sido financeira. De acordo com o jornal queniano "Daily Nation", Jeremiah Sawe, porta-voz dos Tirop, disse ter descoberto que partes da propriedade da atleta havia mudado de mãos há três meses.

- Ficamos sabendo com total choque que a maior parte dos bens de nossa filha mudou de mãos misteriosamente. O que é chocante é que os bens mudaram de mãos há três meses e alguns foram eliminados por seu marido, que também é o principal suspeito do assassinato. Agora estamos convencidos de que ela foi morta por causa de sua riqueza - disse Sawe. - Há um total de 12 lotes, que desde então mudaram de propriedade. O suspeito tornou suas propriedades e acreditamos que a vítima não sabia ou estava sob coação. Além disso, não há documentos para vários veículos comprados pela atleta e, chocantemente, outro carro está registrado em nome de um dos amigos do suspeito, também sob custódia policial.

Homenagem

Na última quarta-feira, a morte de Agnes Tirpo foi lembrada pela estrela de Hollywood, Lupita Nyong'o.

"Há alguns meses, comemoramos Agnes ao representar o Quênia nas Olimpíadas. Agora, lamentamos tragicamente sua morte totalmente sem sentido. Ofereço as minhas profundas condolências, amor e força para aos seus entes queridos", escreveu nas redes sociais a artista quênio-mexicana, vencedora do Oscar como melhor atriz coadjuvante em 2014.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários