Hamilton Lemos de Oliveira é acusado de estupro
Divulgação
Hamilton Lemos de Oliveira é acusado de estupro

Preso no último sábado,  o técnico de basquete Hamilton Lemos de Oliveira, de 56 anos, foi acusado de estupro de vulnerável e constrangimento por adolescentes. Ele, que é treinador a equipe do Jequiá/Instituto Nautt'Ilus, alojava cinco jovens, dois deles menores de idade, que o acusam de assédio sexual.

De acordo com informações do portal "UOL", o treinador teria apagado diversos vídeos de seu telefone celular antes de ser preso. De acordo com o delegado que acompanha o caso, o objetivo agora é conseguir acessar o conteúdo apagado para comprovar as alegações dos jovens, que afirmam que os atos de assédio envolviam masturbação e sexo oral.

(Veja na galeria abaixo fotos do técnico)


Hamilton Lemos de Oliveira foi preso no sábado, no ginásio do Jequiá Iate Clube, durante o Instituto Nautt'Ilus, e o Tijuca Tênis Clube, pelo Estadual do Rio Sub-17. Segundo o portal, o clube da Ilha do Governador, contudo, diz não ter nenhuma relação com o acusado, exceto um contrato de locação de seu ginásio para treinamentos e jogos.

Em nota, a Federação de Basquete do Estado do Rio de Janeiro (FBERJ) lamentou o episódio e incentivou outras possíveis vítimas a denunciarem. "A FBERJ solidariza-se com todos os jovens e familiares que estão denunciando e pede que se algum outro atleta tenha sofrido algum tipo de agressão, por favor denuncie."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários