Mãe de Gabriel Medina
Divulgação
Mãe de Gabriel Medina


Após imagens do Instituto (veja galeria abaixo) Gabriel Medina abandonado começarem a circular pelas redes sociais , a mãe do surfista, Simone Medina, se pronunciou sobre o caso. Ela nega que tenha sido ela responsável pelo fechamento do projeto, que fica no litoral de São Paulo. Argumenta que era presidente da instituição, mas deixou o cargo após o rompimento com o filho, que aconteceu há alguns meses.


"Ele (o Gabriel) era o dono do instituto, e eu apenas a presidente, afinal levava o nome dele, enquanto eu trabalhava voluntariamente. Aliás, Gabriel exigiu que eu e Charles (marido de Simone, padrasto e ex-treinador de Gabriel) renunciássemos aos cargos, e nos proibiu de usar seu nome e imagem", disse Simone, à Folha de São Paulo.

O perfil nas redes sociais do instituto também não é atualizado há meses: a última publicação foi realizada em julho do ano passado. Ao tentar acessar o portal do projeto, a página fica fora do ar.

No instituto, antes de ter essa aparência de abandonado, eram oferecidas aulas de surfe para crianças, adolescentes e atletas, educação esportiva, além de campanhas para doações de cestas básicas. "Está fechado e foi retirado troféus, sua história e o mais importante: os adolescentes que lá frequentavam.... É muito triste", consta de um comentário na web. "Meu Deus, fechou o Instituto Gabriel Medina", diz outro.

Simone diz ainda que espera que Gabriel possa reabrir o local com uma nova equipe. "Espero, do fundo do meu coração, que isso aconteça. Eram muitos empregos e sonhos envolvidos. Nem ia me explicar, pois, para mim, era uma satisfação trabalhar com as crianças. Mas, por elas e pelos funcionários que convivo há tantos anos e são como família, estou me pronunciando. Deus abençoe esta nova fase", acrescenta ela à publicação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários