Oleg
Reprodução
Oleg

Oleg Ostapenko, ex-técnico da seleção brasileira feminina de ginástica artística, morreu neste sábado, em Kiev, na Ucrânia, aos 76 anos. Oleg deixou o comando da seleção brasileira após os Jogos Olímpicos de Pequim-2008, com o melhor resultado por equipes, o 8º lugar. 

(Veja na galeria abaixo fotos da carreira do treinador)

De acordo com informações, ele estava internado com problemas pulmonares e renais, desde o início de maio. Recentemente, devido os altos custos do tratamento, uma vaquinha online foi criada com o objetivo de arrecadar 20 mil dólares. 

Oleg foi contratado pela Confederação Brasileira de Ginástica em 2001 e fez a seleção de ginástica brasileira atingir feitos inéditos, até que, em 2003, Daiane dos Santos conquistou o primeiro título mundial da modalidade. 

A ex-atleta lamentou a morte por meio das redes sociais. "Hoje o dia começou triste, com uma grande dor no coração, nunca é fácil perder alguém que amamos, OLEG você foi mais que um treinador, um segundo pai, um amigo leal, conselheiro para uma vida inteira. Em meu coração um mix de sentimentos, tristeza, saudade. Felicidade em ter aprendido com a sua sabedoria, gratidão a Deus por termos unidos os nossos caminhos", afirmou ela.

Daiane também mandou forças a esposa do técnico. "Nádia, amada, nós estaremos com você, meus sentimentos em especial a família Ostapenko, e a todos os amigos da ginástica. Obrigado mestre , que você descanse em paz, sua gargalhada fará muito falta", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários