O'Neal
Instagram
O'Neal

Dentro e fora da quadra, Shaquille O'Neal sempre foi respeitado por sua imposição física, mas, assim como aconteceu com milhões de pessoas, 2020 colocou à prova a coragem do tetracampeão da NBA.

Depois de várias tragédias pessoais, seu sorriso e motivação desapareceram, o que afetou sua condição física. “Minha irmã faleceu. E então Kobe Bryant faleceu também, além de muitas outras perdas. Foi um ano muito ruim e eu não queria fazer nada. E quando isso acontece e você quer evitar outros tipos de problemas, há duas coisas que você faz: comer e Netflix", afirmou ao Men’s Journal.

Felizmente para ele, chegou um ponto em que ele estava ciente de sua condição e antes do final de seu ano fatídico decidiu reverter a situação.

“Comecei a comer melhor e a tomar decisões melhores. Meu problema é que fui sempre  um cara que gosta de sanduíches. Sanduíche para o almoço, sanduíche para o jantar, sanduíche para o lanche. E quando tudo desabou sobre mim ano passado e não consegui dormir, levantei e fiz um sanduíche para mim às três da manhã, outro as cinco. Percebi que não podia continuar assim e eu disse a mim mesmo: 'Quero tirar minha camisa no Instagram pela última vez' ”, apontou o ex-NBA.

“Chega de pão, de biscoitos de chocolate, de bolos. Agora eu só como frutas, shakes de proteína, saladas, peixes, frango, aspargos e outros vegetais. Tudo em porções muito pequenas, o que me ajudou a perder cerca de 10 quilos. Comecei a ver coisas no corpo que não via há 20 ou 30 anos, que não tenho desde que estava com o Miami Heat em 2006”, acrescenta.

Mas a dieta não é a única coisa que Shaquille O'Neal modificou. “Eu faço 20 minutos de cardio, e então um pouco de tórax, bíceps, tríceps, abdômen e costas. No total, cerca de uma hora por dia. Ainda sinto dores nos quadris e nas articulações, então não posso pular e correr. Vou tentar começar a correr um pouco. Uma hora por dia mantém a barriga de Charles Barkley longe de mim", afirma ele, brincando com outra lenda do basquete americano.

Por fim, O'Neal dá alguns conselhos valiosos para aqueles que têm dificuldade em cuidar de si mesmos. “O corpo é um templo e temos que mantê-lo em forma. Eu sei como são as coisas, pessoas com 45 anos ou mais, temos sido até grandes atletas, temos empregos, filhos, chegamos tarde em casa e realmente não temos muito tempo para nós mesmos. Queremos apenas sentar, assistir TV, descansar, relaxar e dormir. Mas se você encontrar uma hora por dia para ir à academia e entrar em forma, vai te ajudar a se sentir melhor, ter uma aparência melhor e fazer mais coisas durante o dia”, finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários