Medina
Instagram
Medina

O surfista Gabriel Medina , que cortou a mesada que dava à família, usou as redes sociais para se declarar e defender a esposa Yasmin Brunet, após a sua mãe, Simone Medina, afirmar que a modelo foi a responsável por afastá-lo da família

Em postagem no Instagram, o surfista fez uma declaração de amor, em meio a uma série de fotos do casal. “Eu amo seu coração e seu caráter. Características raras nos dias de hoje. Deus foi muito bom comigo. Love you”, escreveu ele.

O surfista também usou uma passagem bíblica para comentar sobre como enxerga o amor.

“Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino. Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada. Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada. Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo", iniciou.

Em outro trecho, o surfista parece cutucar a família, lembrando que deixou de "agir como criança".

“Quem ama nunca desiste, porém, suporta tudo com fé, esperança e paciência. O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará. Pois, os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos. Mas, quando vier o que é perfeito, então, o que é imperfeito desaparecerá. Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança", apontou.

Por fim, ele completou: "O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora, o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus. Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém, a maior delas é o amor".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários