Surfistas
Reprodução
Surfistas

A quebra das restrições impostas por conta da pandemia na Baixada Santista provocou confusão na Praia do Pernambuco, na cidade do Guarujá.

Uma equipe da força tarefa da prefeitura se desentendeu com surfistas que tentavam furar o bloqueio. Nas imagens é possível ver um fiscal arremessando pranchas para longe. Uma delas foi quebrada. Alguns dos guardas civis municipais também chegaram a sacar o revólver e um dos esportistas foi conduzido algemado à delegacia, por desacato a autoridade.

Nas imagens é possível, ainda, ouvir gritaria e muito xingamento. De acordo com a GCM, as pessoas presentes teriam agredido fisicamente os fiscais e os guardas foram acionados para a proteção dos funcionários. Além disso, o grupo teria sido orientado a deixar o local, mas teria desacatado a equipe de fiscalização. 

Segundo Prefeitura de Guarujá, o caso aconteceu na última última sexta-feira (2), quando a equipe estava atendendo uma ocorrência de aglomeração. Vale lembrar que as praias estão restritas para acesso de banhistas e prática de esportes individuais ou coletivos desde o dia 15 de março, logo após o Estado reclassificar a Baixada Santista, região do litoral de São Paulo, para a ‘fase emergencial’ do Plano São Paulo. Além disso, a região passa pela fase mais restritiva da pandemia, com decretos que limitam a circulação de pessoas nas ruas.

Após o vídeo viralizar, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que é contrário ao fechamento e as restrições para conter o vírus, orientou os surfistas a abrir um processo. "Arma na mão e muita disposição para prender surfista. Sim, a guarda municipal do Guarujá fez esse papelão na praia de Pernambuco ontem. Meu conselho aos surfistas que tiveram a prancha danificada: processem os guardas e o prefeito, caso isto esteja previsto em seu decreto", escreveu.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários