Comitê apresenta a tocha olímpica
Reprodução
Comitê apresenta a tocha olímpica


A tocha olímpica foi acesa nesta quinta-feira (25) em Fukushima, no Japão, sem a presença do público, dando início ao revezamento dos Jogos de Tóquio 2020 , adiados para este ano por conta da pandemia de covid-19. O símbolo foi aceso no complexo esportivo J-Village, que foi usado de base para as ações de socorro após o desastre nuclear, o terremoto e o tsunami de 2011. 

Durante a cerimônia, o chefe do Comitê Tóquio-2020, Seiko Hashimoto, declarou que espera que a chama olímpica seja como um raio de luz no fim da escuridão. “Esta pequena chama nunca perdeu a esperança e esperou por este dia como um botão de flor de cerejeira prestes a desabrochar”, a tocha, metálica de ouro rosa, tem o formato de uma flor de cerejeira em seu topo. 


A chama será carregada por 10 mil corredores e vai passar por todas as 47 prefeituras do país antes de chegar ao Estádio Nacional de Tóquio para a cerimônia de abertura dos jogos olímpicos, no dia 23 de julho. O revezamento corre o risco de ser suspenso os espectadores se aglomerarem e não fizerem o uso de máscara. 

 "O revezamento da tocha tem o objetivo de comunicar que os Jogos Olímpicos acontecerão. Isso faz as pessoas sentirem que os Jogos estão prestes a começar, essa é a natureza do revezamento da tocha”, disse o CEO da Tokyo 2020, Toshiro Muto, à imprensa local.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários