Karl-Anthony
Instagram
Karl-Anthony

O jogador do Minnesota Timberwolves, Karl-Anthony Towns , tenta focar no basquete e se prepara para começar a sua sexta temporada na NBA .

Porém, terá que lidar com os adversários da sua própria cabeça, já que perdeu nos últimos meses sete parentes para a Covid-19 , entre eles, a sua mãe, Jacqueline Cruz-Towns. "Passei por algo muito difícil, obviamente começando com a perda da minha mãe. Recebi um telefonema ontem à noite dizendo que perdi meu tio. Sinto que a vida me endureceu um pouco e me humilhou", afirmou.

Em 25 de março, Towns compartilhou um vídeo no Instagram no qual ela explicou que sua mãe estava em um respirador e estava em coma induzido como resultado da Covid-19. Cruz-Towns morreu no dia 13 de abril aos 58 anos.

"Eu vi muitos caixões nos últimos sete meses. Tenho muitas pessoas que, na minha família e na de minha mãe, tiveram coronavírus. Eu ainda estou procurando por respostas, tentando descobrir como mantê-los saudáveis. É uma grande responsabilidade para mim manter minha família bem informada e fazer todas as mudanças necessárias para mantê-los vivos", aponta.

Towns postou várias atualizações de vídeo em suas redes sociais detalhando o que aconteceu enquanto cuidava de sua mãe e como ele se sentiu após a morte dela. Ele disse que sentiu a necessidade de compartilhá-los vídeos para ajudar as pessoas a entender melhor os efeitos da doença.

"Não queria que as pessoas sentissem o que eu estava sentindo. Não queria que as pessoas se sentissem tão sozinhas e chateadas como eu. Fiz aquele vídeo apenas para proteger os outros e mantê-los bem informados e, de alguma forma, ajudá-los também na parte emocional, apesar de ter sido difícil para mim lembrar o que vivi", apontou.

Towns lembrou ainda que seus companheiros de equipe, especialmente D'Angelo Russell, o ajudaram a seguir em frente, e que ele recebeu um grande número de ligações de apoio e mensagens de texto de membros da organização.

"Sempre me fazia sorrir ver minha mãe nas arquibancadas e ver que ela se divertia me vendo jogar. Vai ser difícil fazer de novo sem ela. Vai ser difícil dizer que isso é terapia. Não acho que jogar basquete se torna uma terapia para mim novamente", concluiu Towns. 

A boa notícia é que o pai de Towns, Karl, que também contraiu o vírus, se recuperou e está bem.

    Leia tudo sobre: NBA

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários