Lance

Família
Instagram
Família


O astro do boxe Mike Tyson convidou o rapper Boosie Badazz para um podcast que comanda e o confrontou sobre um comentário transfóbico contra a filha do ex-astro da NBA Dwyane Wade , Zaya Wade.

Tyson afirmou que 'já foi como Boosie Badazz' em entrevista à 'TMZ' e contou que a filha o convenceu a pensar diferente. Inclusive, ela viajou para participar da conversa com o rapper com objetivo de 'confrontá-lo' sobre seus pensamentos com relação a comunidade LGBT.

- Minha filha voou de Nova York a Los Angeles, Califórnia, onde estou, apenas para estar lá porque ela achou que Boosie foi tão desrespeitoso que ela teve que confrontá-lo - disse, contando ainda que o rapper foi respeitoso e o debate ocorreu sem maiores problemas.

Em fevereiro deste ano, Wade revelou, em entrevista ao programa "The Ellen DeGeneres Show", que a filha de 12 anos que nasceu menino era transgênero, e que ela tinha total apoio da família.

- Em primeiro lugar, eu e minha esposa, Gabrielle Union, somos os orgulhosos pais de uma criança da comunidade LGBTQ+, e também somos orgulhosos aliados. (...) Ela disse: 'Olha, quero falar com vocês, quero seguir em frente e viver minha verdade. E quero que vocês se refiram a minha como ela e dela'. Eu adoraria se vocês me chamassem de Zaya' - relatou.

Dias depois, o rapper compartilhou seus pensamentos sobre Dwyane Wade ter apoiado a decisão de sua filha. “Eu tenho que dizer algo sobre essa merda, mano. Dwyane Wade, você foi longe demais. Isso é um homem. Um garoto de 12 anos. Aos 12 anos, eles nem sabem o que será a próxima refeição. Eles ainda não sabem o que fazer. Ele pode conhecer uma mulher, qualquer coisa, aos 16 anos e se apaixonar por ela. Mas o p** dele se foi. Como ele vai transar? Você está indo longe demais".

Mesmo com a intervenção de outros famosos, como o rapper  Jay-Z , Bossie não se desculpou, admitindo, porém, que sua própria mãe o repreendeu por sua opinião.

    Leia tudo sobre: NBA

    Veja Também

      Mostrar mais