Atleta quase morreu após a Covid-19
Instagram
Atleta quase morreu após a Covid-19

O atleta Ahmad Ayyad é uma das provas vivas de como o coronavírus pode afetar o corpo humano. Após 25 dias em coma por conta da doença, o atleta de 40 anos ficou irreconhecível.

“Acordei e olhei para meus braços e pernas, e meus músculos tinham sumido. Comecei a meio que surtar, pensando, cadê minhas pernas? Onde foram parar minhas pernas?”, disse ele, em entrevista à CNN.

Sobre a doença, ele conta que, no começo, estava sentindo apenas fraqueza e, por isso, seguiu a sua rotina normal, cuidando do restaurante e da casa noturna que é dono, em Washington, nos Estados Unidos.

Porém, logo depois começou a sentir sintomas como febre, perda de apetite, além de muita dificuldade em respirar. Foi só aí que decidiu procurar um hospital.

Após o teste positivo para coronavírus foram dois meses de batalha, incluindo um período no respirador. Diante do grave quadro de saúde, foi transferido para o Johns Hopkins Hospital, na cidade de Baltimore, onde ficou em coma induzido.

 “Foi muito pesado emocionalmente. Eu sabia que estaria completamente sozinho nessa. Não sabia o que estava por vir. Não sabia se era a última vez que falaria com eles. Eu não sabia se estava prestes a morrer”, disse ele.

Ao conseguir vencer a doença, aos poucos, o atleta vai retomando aos poucos as suas atividades, como a pratica boxe e malhação. Após a superação, Ahmad Ayyad pretende, ainda, conseguir correr uma maratona.

“As pessoas estão agindo como se o coronavírus tivesse desaparecido. Não acabou. Use sua máscara. Não se reúna em grandes grupos. Cuide de si e das pessoas ao seu redor. Leve a sério. Não é uma piada. Isso pode matar você, mesmo que você se sinta saudável e imune a isso. Você não é”, conclui.

Veja a mudança do seu corpo:

Atleta mostra o antes e o depois
Instagram
Atleta mostra o antes e o depois





    Veja Também

      Mostrar mais