Matteo Tagliariol
Divulgação
Matteo Tagliariol

Um esgrimista italiano que disputou os Jogos Mundiais Militares de 2019, em Wuhan, na China, revelou nesta quinta-feira (7) que diversos atletas ficaram doentes com os sintomas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) durante a competição. 

O torneio foi disputado em outubro do ano passado e, segundo o esgrimista Matteo Tagliariol, houve um possível contato com a Covid-19 já naquela época.

"Todos ficamos doentes, os seis que estavam em no meu apartamento e muitos também de outras delegações. Tanto que o centro médico quase ficou sem remédios", relembrou o esgrimista.

Tagliariol também afirmou que teve febre e tosse por três semanas e nenhum antibiótico que tomou fez efeito. 

"Tive febre e tosse por três semanas depois foi a vez do meu filho e da minha companheira. Não sou médico, mas os sintomas parecem ser os da Covid-19", disse o italiano.

Os Jogos Mundiais Militares acontecem de quatro em quatro anos. A Itália é quarta maior medalhista da história da competição, com 297 medalhas. O país está atrás somente da China (739), Rússia (711) e Brasil (313).

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o novo coronavírus já contaminou quase quatro milhões de pessoas pelo mundo e matou pouco mais de 264 mil pessoas.(

    Veja Também

      Mostrar mais