Após entrar em acordo com as autoridades do Japão sobre o adiamento dos Jogos Olímpicos , o presidente do Comitê Olímpicos Internacional (COI ), Thomas Bach, afirmou que o país sede estava “confiante em seguir em frente”. Apesar da pressão de atletas e federações para uma mudança nas datas diante da pandemia do novo coronavírus, os organizadores de Tóquio pareciam estar lutando contra a ideia.

Leia também: COI oficializa adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021

olimpíadas arrow-options
Erika Shimamoto/Tokyo 2020
COI disse que decisão de adiar os Jogos Olímpicos foi tomada em conjunto


— O Japão estava muito confiante em seguir em frente — disse Bach em teleconferência nesta quarta-feira, dando a impressão de que os japoneses acreditavam que poderiam evitar um adiamento.

Leia também: "Olimpíadas não começarão no dia 24 de julho", diz membro do COI

Ainda assim, o presidente do COI ressaltou que a decisão foi em conjunto com o Japão:

— Para reorganizar jogos de sucesso devemos estar unidos — disse

    Veja Também

      Mostrar mais