Verônica Silva Menezes arrow-options
Arquivo pessoal
Verônica Silva Menezes

Na última quinta-feira, um fato triste aconteceu no Acre. A atleta sub-16 Verônica Silva Menezes , de 13 anos, morreu após ter uma parada cardiorrespiratória em Rio Branco e a suspeita é que ela tenha inalado gás de desodorante . O laudo que comprova o motivo da morte deve sair nos próximos dias.

Leia também: Ex-jogador é brutalmente assassinado e tem corpo desmembrado

A adolescente foi encontrada pela mãe já desmaiada na cama. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e, segundo o coordenador, Pedro Pascoal, inicialmente, o chamado foi para atender uma ocorrência de crise convulsiva.

Ao chegar no local, a equipe acionou o suporte avançado. Foram mais de 45 minutos tentando reanimar, mas a adolescente não reagiu e morreu.

Conforme o Samu, a atleta teve uma parada cardiorrespiratória por intoxicação. Em seguida, o corpo de Verônica foi levado ao IML para os exames cadavéricos e, em seguida, liberado à família.

Segundo o pai da adolescente, essa não havia sido a primeira vez que a filha tinha sido flagrada inalando o produto. "Peguei uma vez ela usando isso, aí dei um carão nela e disse que aquilo matava, mas não sabia que matava mesmo, eu só fiz o medo a ela para ver se parava. Quando foi ontem, a mãe dela disse que viu os dois frascos em cima da cama perto dela. Não esperava por isso aí não, jamais", lamentou ele em entrevista ao G1.

    Veja Também

      Mostrar mais