A propagação da epidemia do novo coronavírus na China é motivo de "extrema preocupação", segundo o presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 , Toshiro Muto. Esta é a primeira vez que os organizadores da Olimpíada, que será realizada de 24 de julho a 9 de agosto, declaram temor em relação ao surto. Os Jogos Paralímpicos serão disputados após a Olimpíada, de 25 de agosto a 6 de setembro.

Leia também: Atleta famosa na China por fotos sensuais se destaca no combate ao coronavírus

Tóquio arrow-options
Reprodução / Toshifumi Kitamura / Getty Images
Coronavírus vem preocupando Tóquio-2020


-- Estamos extremamente preocupados que a propagação da epidemia possa diminuir o interesse e o entusiasmo pelos Jogos -- disse Muto em uma reunião do Comitê Paralímpico Internacional. -- Espero que possa ser erradicado o mais rápido possível. Planejamos cooperar com o Comitê Olímpico Internacional (COI), o Comitê Paralímpico Internacional (CPI), o governo e a cidade de Tóquio para encarar este problema.

As autoridades do Japão determinaram uma quarentena de 14 dias para os 3.700 passageiros de um cruzeiro no qual foram detectados 10 casos do novo coronavírus.

Leia também: Coronavírus: mulher de Ricardo Goulart deixa a China com filhos; jogador fica

Desde o surgimento na cidade de Wuhan, centro da China, o novo coronavírus 2019-nCoV provocou a morte de 490 pessoas entre as mais de 24.000 infectadas.

    Veja Também

      Mostrar mais