Tamanho do texto

Atleta Nathalie Moellhausen bate competidora chinesa na final, sobe ao lugar mais alto do pódio e conquista feito inédito para a esgrima brasileira

Nathalie Moellhausen arrow-options
FlÁvio Florido/Exemplus/COB
Nathalie Moellhausen


A ítalo-brasileira Nathalie Moellhausen fez história nesta quinta-feira (18) e conquistou o primeiro título mundial do Brasil na esgrima.

O ouro inédito veio na categoria espada, após uma vitória por 13 a 12 na final do Mundial de Esgrima de Budapeste, na Hungria , sobre a chinesa Sheng Lin.

Leia mais: Ex-governador admite que comprou votos para realização das Olimpíadas Rio 2016

O Brasil nunca havia conquistado uma medalha em mundiais de esgrima. Sheng Lin é a atual 13ª no ranking da modalidade, enquanto Nathalie Moellhausen ocupa a 22ª posição.

Nascida em Milão, a atleta já tinha um ouro por equipes (2009) e dois bronzes, individual (2010) e por equipes (2011), em mundiais, mas pela Itália, uma das maiores potências na esgrima .
Em 2014, no entanto, Moellhausen decidiu competir pelo Brasil, país de origem de sua mãe, em vista dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.