Tamanho do texto

De acordo com o projeto de lei, as pessoas não poderão usar cerol nas linhas, bem como praticar a modalidade em locais abertos, longe de redes elétricas

Soltar pipa pode virar um esporte no Amazonas
Prefeitura de Sorocaba / Divulgação
Soltar pipa pode virar um esporte no Amazonas

Antigamente, soltar pipa - ou papagaio - era uma brincadeira que divertia crianças por todo o Brasil, seja em parques ou até mesmo nas ruas. Atualmente, com a tecnologia muito mais presente na vida das pessoas, esse passatempo perdeu muitos praticantes.

Leia também: Seletiva do Mundial de avião de papel chega ao Brasil com três categorias

E para resgatar o interesse que se perdeu com o tempo, o ato de soltar pipa pode deixar de ser apenas uma diversão e virar esporte. Começando pelo estado do Amazonas.

Segundo projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas , a brincadeira pode vira coisa séria. A regulamentação estabelece algumas regras como, por exemplo, o impedimento de invadir casas para resgatar as pipas e de aplicar cerol nas linhas usadas. 

Cerol  é o nomes atribuído a uma mistura de cola de sapateiro com vidro moído, que é aplicada em linhas de papagaios com o intuito de cortar a linha de outros.

Soltar pipa pode virar esporte no Amazonas
Reprodução
Soltar pipa pode virar esporte no Amazonas


De acordo com o "Portal do Holanda", a proposta foi apresentada pelo deputado João Luiz, do PRB, com a justificativa de que a regulamentação tornará a diversão mais segura para a população e também para os "pipeiros".

Soltar pipa pode virar esporte no Amazonas
Divulgação
Soltar pipa pode virar esporte no Amazonas

João Luiz comparou o ato de soltar pipa com outros esportes, como capoeira, skate e surfe, que também foram regulamentados como práticas esportivas e passaram a ter competições.

Caso o estado do Amazonas aprove o projeto, o "atleta" deverá soltar pipa  em local aberto, distante de redes elétricas e de telefonia. Além, claro, de não invadir propriedades e não usar cerol nas linhas.