Tamanho do texto

Na véspera das Eleições 2018, o IG Esportes separou todas as propostas dos candidatos à presidência voltadas ao esporte brasileiro. Confira

Candidatos à Presidência da República em 2018
Reprodução/Facebook
Candidatos à Presidência da República em 2018

Nos últimos anos o Brasil entrou na rota dos grandes eventos esportivos do mundo: Copa do Mundo de Futebol em 2014, Jogos Olímpicos em 2016 e, no próximo ano, sediará a Copa América. Definitivamente, o tema ganhou mais relevância no país e será importante para os candidatos à presidência.

Leia também:  Veja os esportistas que estão concorrendo nas eleições 2018

Por esse motivo, faltando menos de 24 horas para o início das eleições de 2018, o IG Esporte pesquisou quais são as propostas dos candidatos à presidência para o Esporte. A seguir, acompanhe as propostas para a área em cada plano de governo, segundo documentos publicados no Tribunal Superior Eleitoral - TSE (por ordem alfabética).

Álvaro Dias – Podemos

Alvaro Dias, PODEMOS.
Antonio Cruz/Agência Brasil
Alvaro Dias, PODEMOS.

O plano de governo do candidato à presidência Álvaro Dias não faz menção à palavra esporte em nenhuma de suas 15 páginas.

Cabo Daciolo – Patriotas

Cabo Daciolo
daciolo
Cabo Daciolo

O bombeiro militar também não fez menção à área de esporte, expondo suas propostas apenas para as áreas de saúde, educação, segurança pública, transportes e economia.

Ciro Gomes – PDT

Ciro Gomes, um dos candidatos à presidência da república em 2018
Reprodução/TV Globo
Ciro Gomes, um dos candidatos à presidência da república em 2018

O candidato Ciro Gomes aborda o tema de esporte na educação. O ex-governador do Ceará pretende reformular as escolas para que sejam locais de desenvolvimento esportivo. Além de citar o desenvolvimento de programas de incentivo ao esporte, como o Bolsa Atleta.

EYMAEL – DC

Eymael
undefined
Eymael

Integrando o Partido Democrata Cristão, Eymael cita o esporte amador. O candidato pretende implantar o ‘Pró-Amador – Plano Nacional de Apoio ao Esporte Amador Competitivo’, que visa criar políticas públicas para que crianças e jovens se envolvam com atividades físicas.

Leia também:  CR7 pode perder até R$ 5 bilhões em patrocínios por acusações de estupro

Fernando Haddad – PT

Segundo colocado nas pesquisas de intenções de voto, Fernando Haddad é
Ricardo Stuckert
Segundo colocado nas pesquisas de intenções de voto, Fernando Haddad é "poste de Lula", segundo define Bolsonaro

Segundo no ranking de candidatos à presidência com mais intenção de votos, o ex-prefeito de São Paulo dedica um capítulo do seu plano de governo para o assunto. Chamado ‘Agenda de Futuro para o Esporte Brasileiro’, o item é inserido na questão de direitos sociais.

Haddad pretende dar subsídios desportivos para as escolas em região de alta vulnerabilidade, investir na infraestrutura desses espaços e transformá-los em áreas de esporte abertos à comunidade.

Propõe criar o Sistema Único do Esporte – formular políticas de esporte em conjunto com a União, Estados, DF, Municípios e entidades esportivas. Nesse sentido, criar uma Universidade do Esporte voltada ao ensino, pesquisa e extensão e na formação de profissionais.

Finaliza as propostas com a criação de um Programa de Modernização da Gestão do Futebol, com apoio do BNDES, que garanta um calendário unificado e apoio à estruturação a nível nacional do futebol feminino.

Geraldo Alckmin – PSDB

Ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) é candidato à presidência em 2018
Ciete Silvério/Divulgação - 6.9.18
Ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) é candidato à presidência em 2018

Com o lema “Um Futuro de prosperidade está aberto a todos os brasileiros”, o plano de Alckmin tem os seguintes pontos:

  • Instituir planejamento público de longo prazo para o esporte brasileiro, com objetivos claros, metas de resultado e monitoramento constante;
  • Alterar a lei de incentivo ao esporte no sentido de incentivar e facilitar o aporte financeiro empresarial, sobretudo em projetos de longo prazo, desde o esporte de base até o de alto rendimento;
  • Incentivar o investimento privado no esporte de alto rendimento, para reduzir sua dependência das verbas públicas;

Guilherme Boulos – PSOL

Guilherme Boulos, candidato do PSOL a presidência da República
Agência Brasil
Guilherme Boulos, candidato do PSOL a presidência da República

Boulos é o candidato que apresenta mais propostas para a área. Ele faz menção ao esporte como meio de ressocializar jovens encarcerados; pretende construir ginásios esportivos nas periferias e romper com cartolas de clubes, federações e confederações esportivas.

Leia também:  Corinthians, Palmeiras e São Paulo crescem no ranking digital de clubes

Além disso, quer auditar as contas das entidades esportivas; incentivar financeiramente o futebol feminino; garantir a participação dos movimentos LGBTIs em programas esportivos; estabelecer programas paraolímpicos; promover o esporte para a Terceira Idade, entre outros.

Henrique Meirelles – MDB

O candidato do MDB não faz menção ao esporte.

Jair Bolsonaro – PSL

Jair Bolsonaro
Divulgação
Jair Bolsonaro

O mais polêmico dos candidatos à presidência e líder nas pesquisas de intenção de votos, o candidato Bolsonaro também não faz menção à área de esporte em seu plano de governo.

João Amoêdo – Novo

João Amoêdo
Rovena Rosa/Agência Brasil
João Amoêdo

A única proposta de esporte de Amoêdo é feita no âmbito escolar, a fim de criar novas formas de financiamento com fundos patrimoniais de doações.

João Goulart Filho – PPL

Não tem menção.

Marina Silva – Rede

Marina Silva, única mulher entre os candidatos à presidência da república em 2018
Divulgação
Marina Silva, única mulher entre os candidatos à presidência da república em 2018

Marina tem um capítulo chamado ‘Esporte para a vida toda’ sobre o tema. Começa dizendo que pretende investir na educação física para o ensino fundamental e construir quadras esportivas cobertas.

Se compromete a fornecer apoio técnico e financeiro para Estados e Municípios no desenvolvimento de espaços públicos adequados para a atividade física e termina citando o esporte de alto rendimento.

Leia também:  Conmebol anuncia jogos da Libertadores no Facebook Watch a partir de 2019

Vera Lúcia – PSTU

Pouco expressiva entre os candidatos à presidência , Vera não faz menção ao esporte em seu plano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.