Tamanho do texto

Restaurantes do condado sul-coreano negaram pedido para proibir cachorros. No país, cerca de um milhão de animais são consumidos por ano

Restaurantes do condado sul-coreano de PyeongChang negaram um pedido do governo para proibir a venda de pratos com carne de cachorro durante os Jogos Olímpicos de Inverno .

Leia também: Com trégua entre as Coreias e besuntado de Tonga, começam os Jogos de Inverno

PyeongChang servirá carne de cachorro durante Jogos
Ansa
PyeongChang servirá carne de cachorro durante Jogos

De acordo com a mídia local, 12 estabelecimentos deveriam parar de servir a iguaria, mas somente dois adotaram a medida. Entre os principais pratos com a carne de cachorro estão algumas sopas, como "boshintang", "yeongyangtang" e "sacheoltang". Alguns restaurantes alteraram o ingrediente para carne de cabra.

Em Seul, capital do país, a carne de cães é considerada "detestável", assim como a de cobra. Mas estima-se que, por ano, sejam consumidos cerca de 1 milhão de cachorros em terras sul-coreanas.

Além das autoridades, grupos ativistas realizaram protestos e até uma tentativa de boicote aos Jogos por conta do alto consumo de carne de cachorro na região, o que deve se intensificar com o início oficial do evento.

Leia também: CAS mantém 47 atletas russos de fora dos Jogos de Inverno de Pyeongchang

As duas Coreias

O evento esportivo ficou marcado pela cordialidade e união entre as dias Coreias, algo que não acontecia desde a sua separação, no final da Segunda Guerra Mundial. No entanto a reaproximação entre Seul e Pyongyang começou após Kim Jong-un ter desejado "sucesso" na realização dos Jogos de PyeongChang em seu discurso de fim de ano. Em seguida, os dois países restabeleceram o canal de comunicação, bloqueado havia dois anos, e concordaram com a participação de atletas norte-coreanos nas Olimpíadas.

Com isso, a Coreia do Norte enviou 22 atletas e 24 funcionários, incluindo técnicos, para os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul.

O número foi decidido durante uma reunião na sede do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Lausanne, na Suíça, entre representantes dos dois países. Os competidores da Coreia do Norte participarão de cinco disciplinas e três esportes: patinação artística e de velocidade, esqui alpino e de fundo e hóquei feminino.

Leia também: Irmãs vão defender países diferentes nos Jogos de Inverno de PyeongChang

Nesta última, as duas Coreias formarão uma única equipe, que terá como hino a canção folclórica "Arirang", espécie de símbolo não oficial do sonho da unificação coreana. Na última quarta-feira, os dois países já haviam  concordado em desfilar juntos na abertura das Olimpíadas de Inverno , sob a bandeira da unificação.