Tamanho do texto

Gaúcha Jacqueline Valente foi a segunda colocada na competição deste domingo, em Polignano a Mare, na Itália

Brasileira Jacqueline Valente ficou na segunda posição em etapa do Mundial de Saltos em Penhasco
Dean Treml/Red Bull Content Pool
Brasileira Jacqueline Valente ficou na segunda posição em etapa do Mundial de Saltos em Penhasco

A manhã deste domingo foi marcada por resultado inédito para o Brasil: a brasileira e gaúcha Jacqueline Valente , de 31 anos de idade, conquistou o segundo lugar da terceira etapa do Red Bull Cliff Diving, conhecido como o Mundial de Saltos em Penhasco. Realizada desde 2009, a competição já contou com a participação de outros atletas do País, como os paraenses Jucelino Júnior e José Wilker, mas nunca um deles havia chegado ao pódio do evento.

Leia também: Ana Marcela fatura ouro no mundial de maratona aquática e entra para história

Jaki Valente, como é mais conhecida a brasileira , participa do evento como convidada (wildcard, em inglês) de algumas etapas desde 2014 e, atualmente, concilia o seu trabalho com shows de saltos ornamentais em um cruzeiro americano com treinos para a competição. De lá para cá, evoluiu bastante, apresentando novos saltos, mas sem ter chegado entre as três primeiras colocações antes. 

Brasileira Jacqueline Valente ficou na segunda posição em etapa do Mundial de Saltos em Penhasco
Dean Treml/Red Bull Content Pool
Brasileira Jacqueline Valente ficou na segunda posição em etapa do Mundial de Saltos em Penhasco

Desta vez, foi diferente. Ao lado de outras sete atletas na categoria feminina, Jaki saltou de uma plataforma a 21 metros de altura no mar de Polignano a Mare, na Itália, onde já competiu em anos anteriores. Ela teve que executar quatro saltos ao total, chegando a ocupar a primeira colocação e finalizando em segundo, ficando atrás apenas da australiana Rhiannan Iffland, que já venceu outras oito etapas do torneio e foi campeã mundial de 2016.

Leia também: Tenista interrompe partida para pedir que agasalhassem sua filha na arquibancada

"Estou muito feliz, não consigo acreditar. Tudo o que eu queria era executar meus quatro saltos da melhor maneira possível. É uma sensação inexplicável. O sentimento é de pura felicidade. Vou continuar treinando muito e, agora, estou ainda mais motivada. Daqui pra frente, só vai melhorar", disse Jacqueline Valente.

Competição masculina

Entre os homens, o italiano Alessandro de Rose aproveitou a torcida local e conquistou o primeiro lugar, resultado inédito em sua carreira, desbancando favoritos como o britânico hexacampeão Gary Hunt e o colombiano Orlando Duque, vencedor da última etapa, em Portugal. Os americanos David Colturi e Andy Jones ocuparam a segunda e a terceira colocações, respectivamente, deixando a disputa pelo título mundial ainda mais incerta.

Leia também: Jogador recebe troféu de artilheiro ainda com etiqueta de preço e fica frustrado

Ainda restam outras três etapas para que os campeões mundiais da temporada 2017 do Red Bull Cliff Diving sejam definidos. A competição segue, agora, para o Texas (EUA) no dia 3 de setembro, e ainda passará pela Bósnia e pelo Chile.

Confira os resultados do Red Bull Cliff Diving Itália: 

1. Alessandro De Rose (ITA); 2. David Colturi (EUA); 3. Andy Jones (EUA); 4. Jonathan Paredes (MEX); 5. Michal Navratil (CZE); 6. Orlando Duque (COL); 7. Blake Aldridge (GBR); 8. Artem Silchenko (RUA); 9. Gary Hunt (GBR); 10. Sergio Guzman (MEX); 11. Viktar Maslouski (BLR); 12. Steven LoBue (EUA); 13. Owen Weymouth (GBR)

1. Rhiannan Iffland (AUS); 2. Jaki Valente (BRA); 3. Anna Bader (ALE); 4. Adriana Jimenez (MEX); 5. Helena Merten (AUS); 6. Ginger Huber (EUA); 7. Eleanor Townsend (EUA); 8. Cesilie Carlton (EUA).

Mais competição

Vale lembrar que a brasileira Jacqueline Valente estará presente no Mundial de Esportes Aquáticos que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. Ela participará da competição de salto de plataforma alta (high diving).
7h30- eliminatórias femininas (Jaqueline Valente)