Tamanho do texto

Programa contará com quatro faixas de benefícios, que vai de R$ 5 mil a R$ 15 mil, conforme a análise das conquistas dos atletas ou posição no ranking

O Ministério do Esporte confirmou a instituição do "Programa Atleta Pódio", conforme a Portaria 76, assinada pelo ministro Leonardo Picciani e publicada no Diário Oficial da União do último dia 15. Para selecionar os nomes dos contemplados, serão formados grupos de trabalho, com servidores do Ministério do Esporte, representantes das Entidades Nacionais de Administração do Desporto - ENAD’s (no caso do Atletismo, a CBAt), do Comitê Olímpico do Brasil e (eventualmente) de empresas estatais que patrocinem o esporte.

Leia também: Atleta envolvida em polêmica sexual no Rio 2016 posa para fotos sensuais

O Programa Atleta Pódio contará com quatro faixas de benefícios, que vai de R$ 5 mil a R$ 15 mil, conforme a análise das conquistas dos atletas nas principais competições mundiais ou de posicionamento no ranking olímpico. Serão consideradas as competições mais recentes, com preferências sempre aos Jogos Olímpicos.

Atletas que subiram ao pódio dos Jogos Rio 2016 serão beneficiados pelo Programa Atleta Pódio com R$ 15 mil
REPRODUÇÃO/TIME BRASIL
Atletas que subiram ao pódio dos Jogos Rio 2016 serão beneficiados pelo Programa Atleta Pódio com R$ 15 mil

A Portaria 76 estabelece que as ENAD’s enviem ao Ministério do Esporte as listas com os atletas colocados entre os 20 primeiros do mundo em suas respectivas provas, "devendo classificá-los de acordo com critérios técnicos, fundados nos resultados recentes e perspectivas de sua melhoria, demonstrada em estudo sistematizado".

Leia também: Paixão pelo futebol é semelhante ao amor romântico, comprovam cientistas 

Os grupos de trabalho analisarão os nomes enviados e avaliarão os planos esportivos, para então aprovar os nomes dos que integrarão o Programa.

Abaixo, as faixas de benefícios

Grupo 1 (R$ 15 mil) - Atletas colocados entre os três primeiros do ranking olímpico de 2017 em suas respectivas provas; ou que tenham subido ao pódio na Olimpíada do Rio 2016; ou, então, que tenham conquistado medalha no Campeonato Mundial de Atletismo ou competição equivalente.

Grupo 2 (R$ 11 mil) - Atletas colocados do 4º ao 8º lugar no ranking olímpico de suas provas de 2017; ou que tenham se classificado do 4º ao 8º lugar na Olimpíada do Rio 2016; ou que tenham ficado do 4º ao 8º lugar no Campeonato Mundial de Atletismo ou competição equivalente.

Leia também: Neymar compraria Coutinho e Lucas; veja os 20 brasileiros mais valiosos do mundo

Grupo 3 (R$ 8 mil) - Atletas colocados do 9º ao 16º lugar no ranking olímpico de 2017 em suas provas; ou classificados do 9º ao 16º lugar em suas provas na Olimpíada do Rio 2016; ou ficado do 9º ao 16º lugar no Campeonato Mundial de Atletismo ou competição equivalente.

Grupo 4 (R$ 5 mil) - Serão contemplados no Atleta Pódio, esportistas colocados do 17º ao 20º lugar no ranking olímpico de 2017 em suas provas; ou que tenham ocupado do 17º ao 20º lugar em suas provas na Olimpíada do Rio 2016; ou que tenham ocupado do 17º ao 20º lugar em suas provas no Campeonato Mundial de Atletismo ou competição equivalente.