Tamanho do texto

Nesta Carter fez parte, ao lado de Usain Bolt, do quarteto que faturou o ouro no revezamento 4 x 100m rasos nos Jogos Olímpicos de 2008

A Jamaica  e Usain Bolt  perderam uma medalha de ouro olímpica nesta quarta-feira (25). O Comitê Olímpico Internacional (COI), em nota, confirmou que o atleta Nesta Carter , que participou do quarteto do revezamento 4 x 100 m rasos ao lado do astro, foi pego no doping. Como punição, o país perde o ouro, e o Brasil ganha um lugar na classificação final, ficando com a medalha de bronze. 

Leia mais: Relação sexual pode ter causado doping de atletas, diz vice-ministro russo

Nesta Carter (raia 4) fez parte do quarteto jamaicano na Olimpíada de Pequim e foi pego no doping
Flickr
Nesta Carter (raia 4) fez parte do quarteto jamaicano na Olimpíada de Pequim e foi pego no doping


De acordo com o COI, o atleta foi flagrado no doping por uso de metilhexanamina, uma substância estimulante. Em uma nova análise do material de Carter foi comprovado o uso da substância e, por isso, o país acabou punido e perdeu a medalha. Segundo comunicado do COI, o resultado do revezamento deve ser alterado imediatamente pela Federação Internacional de Atletismo (Iaaf). Também imediatamente, a Associação Olímpica Jamaicana deve pedir a devolução das medalhas e diplomas dos atletas. 

Além de Carter, estavam na prova Usain Bolt, Asafa Powell e Michael Frater. Na final, os jamaicanos haviam feito o tempo de 37s10, o que era um novo recorde mundial. 

Bronze para o Brasil e novo pódio

Com a punição, a equipe de Trinidad e Tobago herda o primeiro lugar. Já a prata vai para o Japão. O Brasil, que havia cruzado a linha de chegada em quarto lugar, é o novo dono do bronze. Naquela final, defenderam as cores brasileiras  Vicente Lenílson , Sandro Viana , Bruno Lins e José Carlos Moreira (Codó). Eles completaram a prova em 38s24. 

Leia mais: Por doping, Rússia é excluída do atletismo nos Jogos Olímpicos do Rio

A mesma situação já havia acontecido com a equipe feminina do revezamento de Pequim 2008. Também por ser flagrado no antidoping, o quarteto da Rússia foi desclassificado em uma decisão divulgada em meados de 2016. As atletas do Brasil também tinham terminado o 4 x 100 m rasos em quarto lugar e herdaram a medalha de bronze. 

Uma medalha a menos para Bolt

Bolt tinha nove ouros olímpicos e, por conta do doping de Carter, também perdeu a medalha da prova em Pequim
Reprodução/Twitter
Bolt tinha nove ouros olímpicos e, por conta do doping de Carter, também perdeu a medalha da prova em Pequim

O doping resultou em uma medalha a menos no currículo de Usain Bolt. Agora, o astro conta com oito ouros olímpicos entre 2008 e 2016: 100m rasos em 2008, 2012 e 2016; 200m rasos em 2008, 2012 e 2016 e revezamento 4x100m rasos em 2012 e 2016. Até então, ele tinha ficado com a medalha dourada em todas as provas que havia disputado. 

Leia mais: Esquema de doping russo envolve mil atletas, diz relatório