Tamanho do texto

As inscrições, feitas pela internet, terão início na próxima segunda-feira (14) e serão encerradas no dia 23 de novembro

Arthur Zanetti é um dos atletas que recebe o Bolsa Atleta. Ele medalhou em Londres 2012 e Rio 2016
Rio 2016/REPRODUÇÃO
Arthur Zanetti é um dos atletas que recebe o Bolsa Atleta. Ele medalhou em Londres 2012 e Rio 2016

O Ministério do Esporte publicou nesta sexta-feira, no Diário Oficial da União, o edital do Bolsa Atleta, programa destinado a esportistas de modalidades que não fazem parte das oficiais dos Jogos Olímpicos e também Paralímpicos. O edital prevê que as inscrições, feitas pela internet, terão início na próxima segunda-feira (14) e serão encerradas no dia 23 de novembro (quarta-feira).

LEIA MAIS: Aos 47, Túlio Maravilha vai jogar com o filho em time da 3ª divisão paulista

A lista de modalidades que integram o Bolsa Atleta está disponível na internet e pode ser acessada neste link. De acordo com o Ministério do Esporte, os atletas que receberem os benefícios serão subdivididos em duas categorias: internacional e nacional e, de acordo com essas categorias, eles receberão, respectivamente, R$1.850 e R$ 925.

LEIA MAIS: Musa do Palmeiras promete surpresa em caso de título; relembre outros casos

Quem quiser participar do programa, pode enviar todos os documentos solicitados entre os dias 14 e 28. A publicação da lista de contemplados, no entanto, está prevista para ser divulgada um pouco mais tarde, entre 9 e 13 de janeiro de 2017. Os esportistas que forem selecionados terão do dia 14 ao 23 de janeiro para enviar a segunda leva de documentos previstos no edital e garantir a participação.

CATEGORIA INTERNACIONAL

São considerados atletas na categoria internacional aqueles que integram a seleção nacional de sua modalidade, representando o Brasil em campeonatos ou jogos sul-americanos, pan-americanos ou mundiais, e que obtiverem até a terceira colocação em competições referendadas por sua confederação.

CATEGORIA NACIONAL

Já os que forem da categoria nacional precisam ter participado do evento máximo da temporada nacional, em competições que também sejam referendadas pela confederação como principais eventos, ou que integrem o ranking nacional da modalidade. Também é necessário que tenham obtido até a terceira colocação, assim como na categoria internacional.

LEIA MAIS: Novo limite para Lei de Incentivo ao Esporte deve ser votado em breve na Câmara

Fique atento, nas duas categorias do Bolsa Atleta, é preciso que os atletas tenham idade mínima de 14 anos e que estejam treinando para futuras competições oficiais internacionais ou nacionais, respectivamente.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas