Tamanho do texto

Dependendo da modalidade escolhida, os valores variam bastante. Tem coisa bem barata e outras muito caras

Muitas pessoas são aventureiras por natureza, tem a adrenalina no sangue, enquanto outras têm a necessidade de criar novos desafios. Mas tem também aquelas que são, simplesmente, apaixonadas por esportes radicais. Seja qual for a sua categoria, é importante saber quanto custa praticar os chamados esportes de aventura.

Fica a dica:  Confira 10 lugares no Brasil para se praticar esportes radicais

O iG Esporte preparou uma matéria bem legal com uma lista dos seis principais esportes radicais praticados no Brasil e quanto custa  para a prática, entre cursos e equipamentos. Existem alguns bem baratos, mas há também aqueles que demandam um valor maior, um pouco mais caro que os outros. 

Quanto custa para fazer esportes radicais no Brasil?
Divulgação
Quanto custa para fazer esportes radicais no Brasil?


Rafting

Praticar rafting não requer experiência anterior, basta respeitar a classificação dos rios, que varia desde iniciantes até experientes. Não é necessário comprar equipamento. Os preços por passeios variam entre R$ 80 e R$ 185 por pessoa. Para quem deseja tornar-se instrutor, há vários cursos e uma série de certificações internacionais disponíveis, além da compra do próprio material que custa quase R$ 2 mil.

Veja:  Entenda a importância do uso de óculos nas atividades esportivas

Mergulho

A primeira experiência embaixo d´água, com instrutor, dura aproximadamente 30 minutos e custa quase R$ 300. Para os que desejam fazer cursos de mergulhos recreativos, o curso básico em Fernando de Noronha custa R$ 1.760, incluindo aulas teóricas, empréstimo de equipamentos e quatro saídas. Já o curso avançado custa  R$1.560, incluindo mergulho à noite em águas mais profundas. O custo do equipamento completo gira em torno de R$ 1.500 a R$ 3.000.

Street Luge

Nascido na década de 70 nos Estados Unidos, o Street Luge é a prática de deitar em pranchas especiais sobre rodas e descer ladeiras, podendo atingir até 100km/h. No Brasil, o esporte é muito praticado em Curitiba. Quanto custa? Os custos são essencialmente com os equipamentos e podem chegar até R$ 5.000, incluindo as pranchas, eixos, rolamentos, capacete, luvas, cotoveleiras, macacão de couro, entre outros.

Escalada e montanhismo

Escalada é uma prática difundida no Brasil
gabriel tarso/divulgação
Escalada é uma prática difundida no Brasil

Para quem gosta de praticar exercício físico ao lar livre e se aventurar, esse é o esporte ideal. Para os iniciantes, é melhor começar a treinar com os circuitos indoors e custa quase R$ 200 por mês ou R$ 50 apenas um dia. O valor do equipamento básico gira em torno de R$ 500, incluindo cadeirinha, sapatilhas, saco de magnésio, entre outros. Para escalar montanha, é necessário um curso específico que custa R$ 500 por pessoa. No caso de cursos mais avançados o custo varia entre R$ 3.000 a R$ 4.000 por pessoa.

Corrida de aventura

As corridas de aventura combinam uma série de modalidades como: trekking, mountain bike e as práticas verticais como escalada, tirolesa, arborismo, entre outros que devem ser feitos num único circuito. Em média, as corridas têm entre 35 a 50 quilômetros, mas há competições com mais de 100km que duram dias.

E mais:  Confira 4 opções imperdíveis de corrida de rua ao redor do mundo

Os custos dos equipamentos variam de acordo com cada modalidade. Para o trekking, os valores são aproximadamente R$ 800. O moutainbike inclui a bicicleta e os custos giram em torno de R$ 3.500. E para as técnicas verticais, os preços variam entre R$ 300 a R$ 500.

Paraquedismo

Embora praticado em cidades como Itaparica, Florianópolis, Piracicaba e Rio de Janeiro, a cidade de Boituva, em São Paulo é a capital do paraquedismo brasileiro, hoje considerada a maior área de paraquedismo do mundo. O Clube Escola Paraquedismo Boituva oferece saltos com instrutores que variam entre R$ 300 a R$ 600. Para os que desejam se aprofundar mais no esporte, o curso completo incluindo os saltos, treinamento, equipamentos modernos e a vaga no avião, custa em torno R$ 4.000.

Após o curso, a pessoa pode saltar sozinha. Para isso, pode alugar o equipamento. Quanto custa tudo isso? Em torno de R$ 70 e uma vaga no avião ao custo de R$ 120 aproximado. Para quem deseja comprar um equipamento vai investir em torno de R$ 15.000 a R$ 25.000

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.