Tamanho do texto

Gary Hunt ficou em terceiro lugar na penúltima etapa da temporada, no Japão, mas levou mais um título de forma antecipada

Salto de penhasco teve Gary Hunt como hexacampeão mundial
Red Bull Content Pool
Salto de penhasco teve Gary Hunt como hexacampeão mundial

O britânico Gary Hunt provou, mais uma vez, sua hegemonia quando o assunto é salto de penhasco. Ele conquistou pela sexta vez na carreira o título mundial do Red Bull Cliff Diving, ficando em terceiro lugar na penúltima etapa da temporada, realizada no Japão, e garantindo mais um título de forma antecipada.

E mais:  Confira 10 lugares no Brasil para se praticar esportes radicais

Na etapa japonesa do Mundial de salto de penhasco, o principal rival de Hunt, o mexicano Jonathan Paredes, ficou na sétima colocação, garantindo a conquista do britânico. Já Sergio Guzman, também do México, comemorou sua primeira vitória no evento. Entre as mulheres, a estreante australiana Rhiannan Iffland garantiu mais um primeiro lugar, disparando na liderança do ranking e ficando muito próxima do título.

Na estreia do Japão como sede de uma etapa, foi o mexicano Sergio Guzman quem subiu ao lugar mais alto do pódio, pela primeira vez na carreira. "É uma sensação incrível vencer pela primeira vez. Vim até aqui sem planos, apenas com a vontade de me divertir. Mas nunca sabemos o que vai realmente acontecer. Estou muito, muito feliz", disse Guzman depois da vitória.

Veja:  Entenda a importância do uso de óculos nas atividades esportivas

Festa para o hexacampeão

O mexicano, no entanto, teve que dividir as atenções com o britânico Gary Hunt, terceiro colocado na prova, mas consagrado hexacampeão mundial de salto de penhasco por antecipação. Ele precisava ficar à frente de Jonathan Paredes, vice-líder do ranking, para conquistar mais um título e conseguiu.

Gary Hunt e seu salto campeão
Red Bull Content Pool
Gary Hunt e seu salto campeão

Confira:  4 opções imperdíveis de corrida de rua ao redor do mundo

Com a vitória no Japão, Gary Hunt segue com a sua supremacia no esporte radical: aos 32 anos, ele é o único atleta a ter competido em absolutamente todas as etapas do Mundial desde sua criação, em 2009, e o mais vitorioso entre todos eles, tendo estabelecido mais um recorde com o hexacampeonato – ou seja, entre oito títulos disputados desde 2009, Hunt levou seis. 

Na categoria feminina do salto de penhasco, a estreante australiana Rhiannan Iffland foi a vencedora da etapa no Japão e, agora, está muito perto de se tornar campeã mundial em seu primeiro ano competindo. A única que pode atrapalhar seus planos é a canadense Lysanne Richard, que ficou em terceiro lugar na prova, perdendo pontos importantes na disputa contra a australiana. Falta apenas uma etapa entre as mulheres.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.