Tamanho do texto

Seja iniciante ou profissional, quem gosta de skate precisa visitar esses locais alguma vez na vida

Copenhague, na Dinamarca, é um dos principais pontos de skate do mundo
Michael Tærsbøl Jepsen / Red Bull Content Pool
Copenhague, na Dinamarca, é um dos principais pontos de skate do mundo

O skate street nasceu nas ruas das grandes cidades e se desenvolveu em meio a ladeiras, curvas, calçadas e elementos que compõem a típica paisagem urbana. Esse é um dos motivos para que o esporte seja tão democrático: basta pegar seu skate e ir para qualquer cidade do mundo. E existem aqueles lugares que são verdadeiros ícones.

E mais:  Torneio de surfe em Maresias é filmado por drone; assista ao vídeo

Porto Alegre, no Brasil, é um exemplo. Não é à toa que a capital gaúcha tem recebido eventos importantes do esporte nos últimos anos, como a final mundial do Red Bull Skate Arcade. Além da capital gaúcha, outros destinos pelo planeta são excelentes lugares para a prática do esporte. Confira abaixo:

Barcelona: a meca

Definitivamente, a mais famosa “cidade do skate”. Barcelona começou a ficar bastante conhecida no meio do esporte nos anos 90, como resultado de um clima e uma arquitetura incríveis e propícios à prática do skate. É o sonho para qualquer skatista.

Berlim: diversidade

Há alguns anos, Berlim se tornou o centro das atenções quando o assunto era destino europeu para viagens. Uma das cidades com maior diversidade da Alemanha, a capital do país se tornou a segunda casa de muitos artistas de rua, jovens e, sim, skatistas. 

Los Angeles: onde tudo começou

Um clássico entre os que andam de skate, Los Angeles sempre esteve entre os destinos preferidos no esporte. Os anos passam e os pátios das escolas de LA continuam sendo o ponto de encontro favorito dos skatistas nos finais de semana, sem falar na indústria do skate que se fixou por lá. 

Veja:  Campeonato Mundial de Kart pode acontecer no Brasil em 2017

Porto Alegre: destino nacional

Skate é prática em vários lugares do mundo
Gustavo Cherro/Red Bull Content Pool
Skate é prática em vários lugares do mundo

O sul do Brasil pode ser considerado uma fábrica de bons skatistas, como Luan Oliveira, Pedro Barros, Carlos Ique, Vi Kakinho, entre tantos outros. Porto Alegre faz parte disso. Um dos motivos para esse sucesso é o que a cidade tem a oferecer ao esporte: muitas praças, pistas e parques perfeitos para as manobras do street. Não é à toa que a final mundial do Red Bull Skate Arcade, com a participação de 23 países, acontecerá por lá, no IAPI Skate Plaza.

Copenhague: amiga dos skatistas

Uma das cidades mais verdes do mundo, a capital dinamarquesa é projetada de tal forma que é amada por ciclistas e skatistas. Os picos de skate em Copenhague são, em geral, bastante futurísticos, por conta da arquitetura.

Mar del Plata: capital latino-americana do skate

Essa pequena cidade litorânea na Argentina tem inúmeros lugares para andar de skate, mas com um bônus: a belíssima vista para o mar. É lá também que ficam alguns dos melhores e mais antigos locais de transições da Argentina. Além disso, Mar del Plata foi uma das primeiras cidades a entrar em contato com o skate na América Latina.

E mais:  Felipe Massa anuncia sua aposentadoria da Fórmula 1

Melbourne: joia australiana

Enquanto Sydney tem a praia de Bondi Beach, o Opera House e o Bowlarama, Melbourne é dona da cena de skate street mais forte na Austrália. O motivo? Planejamento urbano que inclui 20 skateparks muito próximas umas das outras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.