Tamanho do texto

Apesar de não ser competitiva, a capoeira é considerada um esporte e seus elementos estão até nas lutas de MMA

Capoeira, um esporte genuinamente brasileiro
Facebook/Reprodução
Capoeira, um esporte genuinamente brasileiro

Os questionamentos sobre a capoeira são enormes. Afinal, a prática iniciada lá no século 16, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal, pode ser considerada um esporte? A resposta é sim! Ela era tratada como uma  arte marcial disfarçada de dança e chegou a ser proibida no País até a década de 1930, quando o capoeirista Mestre Bimba, criador da Luta Regional Baiana, apresentou os movimentos ao presidente Getúlio Vargas, que instituiu: é um esporte brasileiro.

E mais
Boliche nos Jogos Olímpicos? Um sonho possível de quem pratica

Dança lutada, luta dançada, arte, filosofia, estilo de vida. A capoeira tem seus elementos esportivos, apesar de não ter competitividade, como lutas mais tradicionais, como boxe, taekwondo, judô e caratê, entre outras. Na verdade, são três estilos distintos que se diferenciam nos movimentos e no ritmo musical de acompanhamento.

O mais antigo, criado na época da escravidão, é a capoeira angola, onde o ritmo musical é mais lento, os golpes jogados mais próximos ao solo e é necessária muita malícia. O estilo regional é a mistura da malícia da capoeira angola com o jogo rápido de movimentos,  golpes mais rápidos e secos, e sem acrobacias, tudo ao som do berimbau. Já o terceiro estilo é a capoeira contemporânea, a tradicional, que une um pouco dos dois primeiros estilos e é a mais praticada atualmente.

Confira
Cheerleader: sucesso nos EUA, prática engatinha no Brasil

No quesito "saúde", o capoeirista trabalha principalmente seu condicionamento físico para o sistema cardiovascular e para todos os grupos musculares, desenvolvendo força, elasticidade, alongamento, equilíbrio, ritmo e coordenação motora.

A capoeira no MMA

Marcus
Divulgação
Marcus "Lelo" Aurélio, capoeirista do MMA

Não é difícil encontrarmos a capoeira no MMA (Mixed Martial Arts, ou, em português Artes Marciais Mistas). Muitos lutadores brasileiros misturam os elementos da luta nacional com outras modalidades, como jiu jitsu, por exemplo, ampliando as suas possibilidades dentro de um combate.

O maior nome do País que utiliza bem o estilo capoeirista é  Marcus “Lelo'' Aurélio, chamado de "rei da capoeira" . Pernambucano e com 30 anos de idade, ele não faz parte do card do UFC, principal evento de MMA do mundo, mas já fez lutas em outras organizações importantes, como Bellator, Battlefield Fight League e Ganryujima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.