Tamanho do texto

Ex-atleta agora pode pegar até 15 anos de prisão pelo assassinato de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp

Oscar Pistorius matou a namorada Reeva Steenkamp
Charlie Shoemaker/Getty Images
Oscar Pistorius matou a namorada Reeva Steenkamp

A Corte Constitucional da África do Sul rejeitou nesta quinta-feira (3) o recurso do ex-atleta olímpico e paralímpico Oscar Pistorius contra o veredicto por homicídio voluntário emitido no processo de apelação pelo assassinato de sua então namorada, a modelo Reeva Steenkamp.

A informação é de um dos advogados de Pistorius, que conhecerá sua pena no próximo dia 18 de abril. Como a principal instância judiciária do país decidiu manter a decisão do tribunal de segundo grau, o ex-atleta pode pegar agora até 15 anos de cadeia.

Leia mais:  Prata em Londres, ex-remadora australiana morre de câncer aos 33 anos

Inicialmente, Pistorius havia sido condenado a cinco anos de prisão por homicídio involuntário, ou seja, quando não há intenção de matar. No entanto, em dezembro do ano passado, a sentença foi revista para homicídio voluntário, já que os juízes consideraram que o ex-atleta assumiu o risco de matar ao abrir fogo. Até hoje, ele alega que confundiu Steenkamp com um assaltante.

Atualmente, Pistorius, que já cumpriu parte da pena de cinco anos de cadeia, está em regime de prisão domiciliar e usando tornozeleira eletrônica. Assim ele ficará ao menos até 18 de abril, quando sairá sua nova sentença.