iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

13/12 - 17:33

Sem Edinanci, São Caetano alcança final contra Gama Filho

Experiente atleta foi dispensada por conta da morte do pai; clube não tinha reservas para as cinco categorias em disputa

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Mesmo sem contar com sua principal atleta, Edinanci Silva, o time feminino de judô do São Caetano alcançou as finais do Grand Prix, principal torneio de clubes por equipes do país. Neste domingo, às 10 horas (horário de Brasília), as paulistas enfrentam a Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro no ginásio do Mackenzie, em Belo Horizonte.

E a ausência de Edinanci, dispensada por conta da morte do pai, não foi o único problema de São Caetano, que não tinha reservas para as cinco categorias em disputa. Após se classificarem em segundo lugar na fase classificatória, a equipe teve que encarar o atual campeão Pinheiros na semifinal.

O duelo começou quente com o confronto entre Danielli Yuri e Vânia Ishii, respectivamente titular e reserva da equipe olímpica. Após o empate das duas e da igualdade entre Arethusa Ribeiro (São Caetano) e Helena Ribeiro (Pinheiros), Maria Sullen abriu o placar para o time do ABC ao executar um ippon sobre Aline Puglia.

Na seqüência, Andrea Berti Guedes venceu Marieta Nascimento por yuko e empatou a disputa. No terceiro e decisivo combate, Juliene Aryecha venceu Fernanda Pires de ipppn e colocou o Azulão na final com o placar de 2 a 1.

“A união foi a nossa força nesse Grand Prix e provamos que aqui a disputa é coletiva. Chegamos à final pelo caminho mais duro, que foi vencer o Pinheiros. Neste equipe do São Caetano se uma tropeça a outra vem e ajuda. Foi assim que garantimos nossa vaga”, comentou Danielli Yuri.

Na outra semifinal, a Universidade Gama Filho bateu o surpreendente time do Uptime/Betim também por 2 a 1. Reforçados pela olímpica Sarah Menezes e a atleta da luta Rosangela Conceição, as mineiras levaram uma grande torcida ao ginásio. Porém, quem saiu na frente foi a Gama Filho, com uma vitória de koka de Katherine Campos sobre Débora Ramos.

No segundo combate, Betim empatou com um ippon de Erica Moraes em Bárbara Timo. Laísa Santana garantiu as cariocas na final com um koka sobre Amanda Macedônio. Pela disputa, ainda empataram Deborah Souza com Rosangela Conceição e Daniela Polzin com Sarah Menezes.

“Tem muita gente dizendo que a Gama Filho acabou, mas estamos aqui mostrando que não é bem assim. Viemos com um espírito muito forte e mesmo com uma equipe que conta com meninas que nunca haviam lutado no Grand Prix, conseguimos esta vaga na final. Agora é manter a tranqüilidade e tentar ajudar a mais jovens no que diz respeito à pressão de competir numa final de um torneio do porte do Grand Prix”, comentou Deborah.


Leia mais sobre: Edinanci Silva São Caetano Grand Prix

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias