Lance

Anthony Smith arrow-options
Reprodução/Instagram
Anthony Smith

Ex-desafiante ao cinturão meio-pesado do UFC, Anthony Smith teve que lutar pela sua vida no último domingo (5). Durante a madrugada, um homem identificado como Luke Haberman invadiu a casa do lutador, que fica localizada em Nebraska (EUA), mas acabou levando a pior. Em entrevista à ESPN, “Lion Heart” contou que quando percebeu a invasão na sua residência, por volta de 4h da manhã, resolveu enfrentar o invasor. Apesar disso, o atleta disse que teve receio que o homem estivesse com algum tipo de arma.

- Nenhum cara normal é capaz de lutar assim. Eu não sou o pior cara do planeta, de forma alguma. Mas eu tive dificuldade em lidar com ele. Era um cara normal, mas ele pegou tudo o que eu lhe dei, cada soco, cada joelho, cada cotovelo. Ele pegou cada um deles e continuou lutando comigo - relatou Smith, que seguiu com o seu testemunho.

- Não estou mentindo quando disse que foi uma das lutas mais difíceis que tive em toda a minha vida. Entrei nessa luta pronto para morrer. Ninguém inteligente invade uma casa desarmado no meio da noite. Quando eles entram à noite, é para machucar as pessoas - completou o lutador, que vive com a esposa e três filhas pequenas do casal.

De acordo com o relato de Anthony Smith, o difícil embate contra o invasor durou aproximadamente 5 minutos. Logo após imobilizar o homem, a polícia local chegou e efetuou a prisão de Luke Haberman.

Vale lembrar que Smith tem duelo programado contra o brasileiro Glover Teixeira, inicialmente marcado para o dia 25 de abril. No entanto, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), ainda não existe uma confirmação oficial do UFC se o card será disputado e vai ser mantido em Nebraska (EUA).

    Veja Também

      Mostrar mais