Astro do WWE e ex-campeão dos pesos-pesados do UFC, o americano Brock Lesnar, de 42 anos, foi acusado de assédio sexual pela ex-musa do wrestling Terri Runnels, durante sua participação em um podcast, que foi ao ar no último domingo, segundo informa o jornal britânico "The Sun".


ufc
Reprodução
Lutador ex-UFC é acusado de assédio


"Não tenho muito respeito por Brock, não acho que ele respeite os fãs de luta livre. Brock fez algo que, se fosse nos dias de hoje ... você sabe. Ele me mostrou seu pênis. Chamou meu nome quando eu passava por onde ele estava no vestiário e abriu a toalha para que eu pudesse ver suas partes", contou ela, que foi uma das estrelas do WWE, mistura de luta livre com entretenimento, entre 1996 e 2004.

"Gostaria que ele não fosse tão desrespeitoso com uma mulher que está nesse negócio há tanto tempo quanto eu. Ele sabia que teria muito poder, que lhe dariam o cinturão, mas naquele momento, eu estava nesse negócio há muito tempo. Sou uma pessoa respeitada e o que ele fez foi muito, muito errado. Do ponto de vista do respeito, do ponto de vista do assédio sexual, estava errado", criticou a ex-lutadora americana, hoje aos 53 anos.

Runnels, segundo o "The Sun", já havia mencionado o incidente com Lesnar, ocorrido anos atrás, durante uma entrevista em 2004. Mas voltou a falar sobre o assunto, agora com mais detalhes, em meio ao movimento #SpeakingOut, em que uma série de astros britânicos e americanos do wrestling foram acusados de agressão sexual e assédio.

O WWE (World Wrestling Entertainment) divulgou um comunicado diante das denúncias contra suas estrelas, do passado e do presente: "Levamos muito a sério qualquer alegação dessa natureza e estamos investigando o assunto".

    Veja Também

      Mostrar mais