Tamanho do texto

Um dos maiores nomes da história do boxe agora tem seu nome também em um panda gigante; enquanto fazia adoção, teve sua mansão invadida nos EUA

Floyd Mayweather adota seu panda adotivo, que recebeu o nome do pugilista
Reprodução
Floyd Mayweather adota seu panda adotivo, que recebeu o nome do pugilista

Floyd Mayweather não se cansa de esbanjar a vida com muito dinheiro e resolveu gastar mais algumas notas. Em uma viagem à China , o ex-pugilista decidiu adotar um panda gigante , animal tradicional no país asiático. Para poder colocar seu nome no mamífero, o norte-americano desembolsou 11 mil libras esterlinas, valor equivalente a R$ 48 mil.

LEIA TAMBÉM: Floyd Mayweather revela ter sete namoradas: "Sete sortudas", afirma o lutador

No entanto, o panda, que ainda é um bebê, deverá permanecer na China. A entidade Chengdu Research Base of Giant Panda Breeding, local no qual aconteceu a adoção, será a responsável por cuidar do animal. Além de poder fazer visitas e tê-lo nomeado, Mayweather vai ainda receber cartões do "filho adotivo".

O panda adotado pelo pugilista de 50 lutas e 50 vitórias nasceu no verão asiático de 2016. Anteriormente, seu nome era Maodou, que significa "feijão de soja". O dinheiro pago por "Money", como é conhecido pelas quantias exorbitantes que possui, irá para o centro de pesquisas da entidade.

LEIA TAMBÉM: Floyd Mayweather posa ao lado de três mulheres seminuas: "Eu amo a minha vida"

LEIA TAMBÉM: Floyd Mayweather e o suposto caso de amor com "stripper número 1 dos EUA"; fotos

Invasão na mansão

Enquanto Mayweather curtia sua viagem na China, sua mansão no famoso bairro de Beverly Hills , em Los Angeles (EUA), fo invadida. De acordo com o site TMZ Sports , o fato foi descoberto por um funcionário, que encontrou uma janela quebrada e sentiu falta de diversas coisas, como equipamentos, óculos de sol e outros pequenos acessórios.

Segundo a publicação, até agora, o prejuízo da invasão foi de 10 mil dólares, cerca de R$ 32,5 mil. O valor parece relativamente baixo, já que a casa foi adquirida em setembro de 2017 por 25,5 milhões de dólares. O valor equivale a R$ 83 milhões.

    Leia tudo sobre: luta