Tamanho do texto

Evento na Academia Chute Boxe Diego Lima, em São Paulo, terá nomes como Felipe Sertanejo e Charles do Bronx

Ação com atletas do UFC promete arrecadar 2 toneladas de alimentos
Carol Santos/ Divulgação
Ação com atletas do UFC promete arrecadar 2 toneladas de alimentos

Acostumados a grandes duelos no MMA, atletas do UFC, desta vez, se reúnem para combater a fome. Aproveitando que o próximo evento do Ultimate será na cidade de São Paulo, em 28 de outubro, a Academia Chute Boxe Diego Lima realiza a quarta edição do "Aulão", que tem como principal objetivo mostrar que a solidariedade é um dos pilares das artes marciais e do desenvolvimento humano.

Leia tamém: Concurso Musa do MMA divulga lista das beldades semifinalistas; veja quem são

A academia tem como lutadores do UFC nomes como Felipe Sertanejo, Thomas Almeida, Charles do Bronx e Kalindra Faria. A ação acontece no dia seguinte ao evento, no próximo domingo, 29 de outubro, às 14h, em Taboão da Serra.

No ano passado, a ação arrecadou duas toneladas de comida e reuniu um público de 2 mil pessoas. A expectativa é que, em 2017, a marca seja superada, já que cada pessoa doará dois quilos de alimentos não perecíveis.

Leia também: Lutadora leva chute brutal no MMA e fica com o rosto desfigurado; veja o golpe

São Paulo recebe o UFC no sábado
Divulgação
São Paulo recebe o UFC no sábado

"Graças ao sucesso das últimas edições, o evento virou uma espécie de encontro do esporte. É muito bom saber que a comunidade da luta tem consciência que pode fazer um pouco pelos que precisam. Fico feliz de ver que meus alunos e atletas profissionais entendem que artes marciais vão além de uma atividade física. Pensar no próximo faz parte da evolução de qualquer lutador" comentou o Mestre Diego Lima, idealizador da atividade.

Convocado para ajudar no evento, o atleta do UFC Felipe Sertanejo brincou que carregar sacos de arroz equivale a um treino intenso. "Fico feliz de poder ajudar. Não costumo treinar de domingo, mas com tanta doação, o esforço de encher o caminhão é igual a um dia puxado na academia. Espero que chegue tanto alimento quanto nos anos anteriores. É importante a gente olhar sempre para quem precisa", falou Sertanejo.

"Aulão"

Além da arrecadação de alimentos não perecíveis, a Academia Chute Boxe Diego Lima promove também um verdadeiro simpósio da luta, o chamado “Aulão”. Além da troca de experiência entre profissionais e amadores, o idealizador puxa uma aula coletiva para mais de 600 alunos.

"É a oportunidade de reunir todos os alunos e amigos da academia, incluindo a nossa equipe de profissionais e lutadores do UFC. Não importa o nível de técnica, o que vale é mostrar que a luta é um esporte para o corpo e a mente", comentou Diego.

Leia também: Jornalista do tempo "mais sexy do mundo" faz sua estreia como ring girl; fotos

Todos os praticantes do Muay Thai participam também da troca do Kruang, espécie de faixa usada no braço do lutador da modalidade com a respectiva cor de sua graduação. "Para quem está iniciando é um incentivo poder ser observado por profissionais. Todos começamos de baixo e, com muita dedicação, os eles percebem que praticar artes marciais traz uma série de benefícios", falou Thomas Almeida.

O "Aulão" acontece a partir das 14h de domingo no Ginásio Ayrton Senna da Silva, localizado na Rua José Francisco dos Santos, 120, na cidade de Taboão da Serra, em São Paulo. A expectativa é que 2 mil pessoas compareçam ao evento com os atletas do UFC e, claro, levando os dois quilos de alimentos não perecíveis.

    Leia tudo sobre: Luta