Tamanho do texto

Presidente Dana White ligou para Justine Kish no dia seguinte à situação constrangedora e ofereceu um bônus secreto

Lutadora Justine Kish tentou se livrar de Felice Herrig no UFC e defecou no chão do octógono
Reprodução
Lutadora Justine Kish tentou se livrar de Felice Herrig no UFC e defecou no chão do octógono

A lutadora russa Justine Kish viveu uma semana bastante conturbada depois de perder o combate diante de Felice Herrig no UFC Oklahoma, no último domingo. Durante o duelo, ela se esforçou demais ao tentar se livrar de um mata-leão e acabou defecando dentro do octógono.

Leia também: Lutadora defeca durante combate do UFC e brinca: "M**** acontecem"

Por conta disso, a lutadora viu seu nome exposto a brincadeiras e memes nas redes sociais. Mesmo assim, Justine ainda brincou com a situação constrangedora em sua conta oficial no Twitter: "Sou uma guerreira e nunca vou desistir. M**** acontecem, ahahaha. Volto em breve", escreveu em tom de humor na rede social.

Leia também: Lutar MMA usando apenas lingerie? Elas fazem isso! Confira as imagens

Em entrevista concedida ao programa de TV "The Domenick Nati Show", a russa relevou que Dana White, presidente do UFC, entrou em contato no dia seguinte para manifestar apoio. "Ele me ligou no dia seguinte ao da luta. Ele quis checar comigo e ter certeza de que eu estava bem. Ele percebeu que teve um pouco de humilhação por trás do que aconteceu. Ele me encorajou e disse: 'Você lutou como guerreira lá. Amei o jeito como você lidou'", disse.

Leia também: Musa da luta brasileira diz que esporte ajuda na hora do sexo

E vai rolar grana

Ainda de acordo com Justine Kish, o apoio de Dana White não ficou apenas nas palavras, já que o dirigente também ofereceu uma compensação financeira como forma de agradecimento pelo desempenho no octógono.  "Outra coisa que é legal é que o Dana sugeriu que eu tenha um pequeno bônus, um presente, pela minha performance. O UFC é muito bom em dar pequenos bônus secretos. Eu não pedi e não sei quanto será, então vamos ver. Descobrirei em algumas semanas", comentou.

A derrota para Felice Herrig no evento da cidade de Oklahoma foi a primeira da carreira da lutadora russa Justine Kish, que até então tinha seis triunfos dentro do MMA. Ela deverá voltar ao card do UFC ainda neste ano de 2017.


    Leia tudo sobre: Luta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.