Tamanho do texto

Polonesa defenderá o título dos pesos-palhas do UFC pela quinta vez diante da brasileira Jéssica Bate-Estaca, que vem embalada por três vitórias

Campeã dominante dos pesos-palhas do UFC desde 2015, Joanna Jedrzejczyk fará sua quinta defesa de cinturão na luta contra a brasileira Jéssica Bate-Estaca, no UFC 211, no sábado, dia 13 de maio, em Dallas, nos Estados Unidos. A polonesa, porém, foi cautelosa ao falar sobre a adversária, que já foi sua companheira de treino.

Leia também: Saiba tudo sobre Luta no iG Esporte

"Jéssica provou muito na divisão peso-palha. Ela é a desafiante com justiça, é muito forte e gosta de lutar, de trocar socos. Só tenho coisas boas para falar dela. Conheço Jéssica há muito tempo, já treinamos juntas e fomos colegas de treino. Eu a respeito muito, e ela a mim. As pessoas não podem esperar que vão pisar no meu calo e nada vai acontecer. Tenho o mesmo respeito por ela que tenho por Cláudia Gadelha e Karolina Kowalkiewicz.", afirmou Joanna durante uma teleconferência de imprensa antes da luta .

Joanna Jedrzejczyk e Jessica Bate-Estaca já treinaram juntas e desta vez farão luta co-principal do UFC 211
Reprodução/Facebook
Joanna Jedrzejczyk e Jessica Bate-Estaca já treinaram juntas e desta vez farão luta co-principal do UFC 211

"Mas eu vou sair dessa luta com o cinturão, exatamente como entrei. Lutas pelo cinturão são diferentes, não são para qualquer lutador. Jéssica não lutou cinco rounds ainda, e vamos ver se ela está preparada para lutar por 25 minutos. Eu já passei por isso e provei o que posso fazer", continuou.

Questionada se poderia atuar na última categoria feminina criada pelo UFC, a dos pesos-moscas, Jedrzejczyk deixou aberta a possibilidade de subir de divisão. Ela reiterou que tem vontade de lutar em mais de uma categoria, mas que no momento está focada no confronto contra Bate-Estaca.

Leia também: Ring girl brinca sobre olhares de lutadores: "Estavam me confundindo com alguém"

"Um ano atrás eu disse que seria campeã em duas categorias e as pessoas disseram que eu era maluca em falar isso. Agora estou concentrada na luta contra Jéssica e defender meu cinturão pela quinta vez. Mas depois, quem sabe? Se eu tiver a chance de lutar pelo meu segundo cinturão, eu vou fazer. Mas agora meu foco é na luta contra Jéssica. Mas estou muito feliz pelo UFC estar pensando em abrir a categoria peso-mosca", disse.

Por outro lado, a brasileira garantiu que não deseja subir de peso, porém achou benéfico mais uma divisão para as mulheres.

Leia também: Musa brasileira da luta relembra vídeo sensual que a tornou mais famosa nos EUA

"Eu não sofro tanto para bater o peso no peso-palha, mas essa nova categoria está vindo para somar. As meninas que sofrem mais que eu para bater o peso vão mudar, e isso mostra que o UFC está evoluindo e mostrando que acredita no MMA feminino e no trabalho que as mulheres vêm fazendo", contou.

Confira o card completo do UFC 211

Principal (a partir de 23h, horário de Brasília):

Peso-pesado: Stipe Miocic x Junior Cigano
Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Jéssica Bate-Estaca
Peso-meio-médio: Demian Maia x Jorge Masvidal
Peso-pena: Frankie Edgar x Yair Rodríguez
Peso-mosca: Henry Cejudo x Sergio Pettis

Preliminar (a partir de 19h, horário de Brasília):

Peso-leve: Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Peso-leve: Chas Skelly x Jason Knight
Peso-médio: Krzysztof Jotko x David Branch
Peso-leve: Marco Polo Reyes x James Vick
Peso-palha: Jessica Aguilar x Courtney Casey
Peso-pena: Jared Gordon x Michel Quiñones
Peso-pesado: Chase Sherman x Rashad Coulter
Peso-pena: Gabriel Benítez x Enrique Barzola
Peso-meio-pesado: Joachim Christensen x Gadzhimurad Antigulov

A luta entre Joanna Jedrzejczyk e Jéssica Bate-Estaca será a co-principal da noite.

    Leia tudo sobre: Luta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.