Tamanho do texto

Praticamente um ano depois da luta que o destronou da categoria, José Aldo volta a ser o primeiro colocado na categoria até 66kg

O brasileiro José Aldo voltou a ser o campeão linear dos penas do UFC
Divulgação
O brasileiro José Aldo voltou a ser o campeão linear dos penas do UFC

O Ultimate Fighting Championship (UFC) divulgou uma nova edição do seu ranking nesta semana e confirmou a retirada do irlandês Conor McGregor da categoria peso-pena (até 66kg) da organização norte-americana. Com isso, agora oficialmente, o brasileiro José Aldo volta a ser o campeão linear da divisão. Na sequência aparecem Frankie Edgar e Max Holloway, que fecham o top 3. O irlandês, agora, é “somente” campeão dos pesos-leves.

Saiba tudo sobre lutas no iG Esporte

Com a retirada de Conor McGregor, todos os outros lutadores do peso-pena subiram uma posição, com exceção de Darren Elkins, que caiu uma. Andre Fili, que venceu Hacran Dias em outubro deste ano, entrou no ranking pela primeira vez, no 15º lugar na categoria liderada por José Aldo .

Após a polêmica envolvendo o treinador de Conor John Kavanagh, que afirmou que a decisão havia partido do Ultimate, o presidente da instituição, Dana White, veio a público e surpreendeu ao dizer que o irlandês decidiu abdicar do cinturão.

“Ele (John Kavanagh) está desinformado. Acho que ele não sabe tudo que aconteceu. Você acha que eu fiz isso? Isso foi uma decisão do Conor”, afirmou o presidente ao "Yahoo!".

LEIA MAIS: Lutadora brasileira revela que foi molestada por um tio quando era criança

No novo ranking, José Aldo aparece como campeão
Reprodução/UFC
No novo ranking, José Aldo aparece como campeão

Somente uma outra categoria sofreu alterações com relação à última edição do ranking, a dos pesos-médios (até 84kg). Robert Whittaker, que venceu Derek Brunson no UFC Melbourne, realizado no último sábado (26), subiu uma posição e, com isso, o australiano ultrapassou Anderson Silva, assumindo a sexta colocação. O brasileiro agora é o sétimo. Já Brunson, com o revés, caiu para a nona posição e foi ultrapassado por Vitor Belfort, brasileiro de 39 anos.

Na mesma categoria, o ex-lutador Dan Henderson saiu da lista e, por conta disso, Rafael Sapo, que estava fora do ranking, agora aparece na 15ª colocação.

LEIA MAIS: Após derrota, Michael Johnson pede luta contra Rafael dos Anjos no Brasil

Ainda nos médios, outra mudança foi a retirada do nome do ex-lutador Dan Henderson da lista. Rafael Sapo, que estava fora do ranking, entrou em seu lugar e está na 15ª posição. Tim Boetsch também subiu uma posição e agora é o 14º. Nos outros nove rankings do UFC não houve alteração. Os rankings do UFC são atualizados toda semana e usam como base a votação de jornalistas especializados.

Última luta de Aldo

O retorno do manauara como campeão linear dos penas acontece praticamente um ano depois da luta que o destronou.  Foi no dia 12 de dezembro de 2015 que Conor McGregor surpreendeu a todos e com dois socos fatais derrubou José Aldo com apenas 13 segundos de luta, em Las Vegas.