Tamanho do texto

Treinador da seleção brasileira prepara a equipe para o amistoso contra a Colômbia, na sexta-feira (06), nos Estados Unidos

Lance

Tite abraça Neymar arrow-options
Reprodução
Tite abraça Neymar

Nesta sexta-feira, a seleção brasileira enfrenta a Colômbia, no Sun Life Stadium, estádio do Miami Dolphins, no primeiro amistoso após a conquista da Copa América. Curiosamente, também será o primeiro jogo com Neymar após o título, conquistado sem ele, que foi cortado por conta de uma lesão no tornozelo.

Leia também: Edmundo corneta convocação de Tite: "Faz três meses que Neymar não joga"

O comandante da seleção brasileira , Tite concedeu entrevista coletiva nesta quinta, e comentou sobre a tal 'Neymardependência', que foi uma das discussões durante a disputa da Copa América.

"Sabe o aproveitamento com e sem ele? É praticamente a mesma coisa. A equipe se fortaleceu em relação a isso. Ao mesmo tempo, o Neymar é indispensável. 50% dos gols com o Neymar em campo são dele ou com assistência dele", disse o treinador, que também falou sobre a situação do camisa 10 da seleção brasileira em seu clube, o Paris Saint-Germain.

"(A situação de Neymar no PSG) Me preocupa sim. Torço para que se resolva. Mas é uma variável que não está na minha alçada. Mais do que isso, de vê-lo em campo aqui, não tenho ingerência", destacou.

Tite também falou sobre a opção de convocar Neymar, mesmo que o craque tenha acabado de se recuperar de uma lesão, e não ter sido aproveitado pelo Paris Saint-Germain neste início de temporada.

Leia também: Vampeta critica Tite por evitar Bolsonaro em premiação da Copa América

"Infelizmente, tivemos situação parecida na Copa do Mundo com processo de recuperação. Lembro jogo da Croácia, em que ficou no banco, esperou e entrou. Eu e o pessoal vamos estar muito atentos nesse desenvolvimento. Em relação à parte técnica e parte física, ela se confirmou (as informações que tínhamos). Vocês acompanharam no treino. Ele está pronto, em condições de fazer aquilo que a Seleção precisa", comentou.

Veja outros tópicos abordados por Tite

VINÍCIUS JUNIOR

"Conversei com ele sobre a chegada e ele disse que as coisas aconteceram muito rápido. Às vezes a gente superestima a capacidade de maturidade de um atleta que ontem estava na base do Flamengo e agora está no Real Madrid. Então essas oscilações na parte técnica acabam sendo naturais. Tem que ter cuidado. Temos que saber que o Vinicius está amadurecendo, mas é ainda é um garoto".

AMADURECIMENTO DE VINÍCIUS JUNIOR

"Primeiro é compreender o lado humano do garoto de 19 anos, o desempenho está ligado à confiança. As oscilações de desempenho vão acontecer. Um garoto que tem potencial no um contra um numa velocidade... Eu brinco que ele tem um potencial de seis, sete marchas. Mas seguramente, tanto Zidane quanto Solari sabem desse processo. Às vezes as correções acontecem, mas não na pressão exagerada. E sim na cobrança com orientação. É um jogador carismático muito grande, a gente gosta dele de graça".

COLÔMBIA

"Quando nos enfrentamos nas Eliminatórias, foi a que mais embate técnico nós tivemos. Os dois jogos foram muito difíceis com competição física e lealdade técnica. O Pékerman já vinha com uma base de muita qualidade, faça-se o registro. Nós enfrentamos agora uma seleção que continua sólida, independente de não estar com o James".

NEYMAR ENTRE OS MELHORES

​"Neymar é top 3 para mim. De qualidade técnica individual, eu coloco Messi acima, Cristiano Ronaldo, porque são outras gerações. Aí eu pego outra geração: ele e Hazard são dois jogadores, para mim, extraordinários. Com uma vantagem para o Neymar: ele pensa igual o Hazard, mas executa mais rápido. Ele em condições é imparável. É imparável"

PHILIPPE COUTINHO

"Nós acompanhamos o Coutinho, nos jogos do Bayern. Ele jogando atrás do Lewandowski, com liberdade de criação. É um jogador com nível técnico muito grande. E tomara também que tenha uma continuidade para que possa desenvolver todo o seu potencial", disse Tite .