Tamanho do texto

Jogador da Juventus foi bem na oportunidade como titular e pode ter carimbado sua vaga entre os convocados para a Copa do Mundo

A seleção brasileira bateu a Rússia por 3 a 0, na tarde desta sexta-feira, mas não contou com seu principal jogador. Neymar está em fase de recuperação após cirurgia no pé e Tite escolheu Douglas Costa para o substituir. O atleta da Juventus jogou a partida toda e foi um dos melhores em campo, com participações, inclusive, em gol. E na visão dele mesmo, a chance foi bem aproveitada para carimbar uma das vagas restantes para a Copa.

Leia também: Brasil se impõe no 2º tempo, mostra superioridade e derrota Rússia em Moscou

Douglas Costa foi muito bem na oportunidade como titular no duelo da seleção brasileira contra a Rússia
LUCAS FIGUEIREDO/CBF
Douglas Costa foi muito bem na oportunidade como titular no duelo da seleção brasileira contra a Rússia

"Acho que não só eu, mas a equipe toda jogou muito bem, soube ter paciência, criar as oportunidades. E felizmente conseguimos marcar. Eu penso que esse é o caminho, as coisas que eu venho fazendo na Juventus, venho buscando por aqui também. Acho que aproveitei bem", disse Douglas Costa logo após a partida em Moscou.

Apesar de ter jogado do lado esquerdo do campo, justamente onde Neymar atua, o meia-atacante disse que não tem preferência. "Sou bem habituado a fazer os dois lados. Tive bastante tempo para me adaptar aos dois lados, então não prefiro nenhum lado", acrescentou.

Zagueiro artilheiro

Em grande fase e titular ao lado de Thiago Silva contra os russos, o zagueiro Miranda fez uma partida segura, sem comprometer a meta brasileira e ainda ajudou com um gol, justamente o que abriu o placar quando o confronto ainda estava complicado e amarrado.

Leia também: Além do preço, veja as diferenças nas três camisas da seleção brasileira

"O jogo realmente estava difícil, nossa equipe tomou muitos contra-ataques. Felizmente, a gente soube suportar bem os momentos difíceis do jogo, fomos felizes num lance de bola parada. Eu acreditei que o Thiago poderia desviar e fui feliz ao fazer o gol", afirmou o defensor. Na jogada, Thiago Silva cabeceou após cobrança de escanteio, o goleiro Akinfeev defendeu e Miranda fez no rebote.

"Foi um grande teste, a seleção adversária é dura, que jogou duro. A gente conseguiu suportar bem, fico feliz com o resultado", acrescentou o zagueiro da Inter de Milão.

Sorte de goleiro

Sem fazer defesas difíceis, o goleiro Alisson foi outro que se mostrou contente com a vitória em Moscou. Além de ressaltar a importância de não sofrer gols em mais uma partida, o arqueiro agradeceu a ajuda de Thiago Silva, que salvou uma bola em cima da linha, naquele que seria o gol russo.

Goleiro Alisson defende com tranquilidade
LUCAS FIGUEIREDO/CBF
Goleiro Alisson defende com tranquilidade

"Foi um jogo positivo para a gente, uma partida difícil. Para nossa preparação é importante, são adversários assim que vamos enfrentar na Copa. Ainda bem que, naquela bola ali, o Thiago salvou em cima da linha, depois o Miranda. Esse é o espírito da equipe. Conseguimos jogar bem sem sofrer gols, que é sempre o nosso objetivo nas partidas. Todo mundo está de parabéns, se esforçou, correu", disse Alisson.

Leia também: Convocação de Ismaily para amistosos da seleção gera alvoroço na internet

"É uma equipe qualificada. Quando fala em Mundial, não existe equipe fraca. Quando eles conseguiram achar os espaços, os poucos espaços que a gente deixou, estávamos concentrados para remediar. Naquele bate-rebate, o Thiago salvou em cima da linha. Foi uma vitória importante na preparação para o Mundial", acrescentou o defensor.

O próximo compromisso da seleção brasileira será contra a Alemanha, no primeiro encontro das seleções principais desde a Copa de 2014, em Berlim. Douglas Costa, titular contra a Rússia, deve novamente começar jogando.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.