Messi
Divulgação
Messi

O Instituto de Estatística da Catalunha publicou os dados atualizados dos nomes mais populares entre os recém-nascidos de Barcelona.

O que chama a atenção é a contínua evolução do nome de "Leo". Nos anos anteriores a 2000 (quando o argentino desembarcou na cidade), de 1997 a 1999, ​​nenhum recém-nascido na Catalunha se chamava Leo. Em 2002 já eram 10. Em 2005, a quantidade chegou a 25, número que cresceu pouco a pouco até se tornar um dos mais frequentes.

De 354º no ranking de nomes de meninos em 2000, tornou-se o segundo mais usado em 2019, superado apenas por Marc, já que até 500 famílias escolheram Leo como nome para seus recém-nascidos na Catalunha.

Nessa semana foram divulgados os dados de 2021, ano em que Messi deixou o Barcelona para rumar ao PSG. Apesar de deixar o clube, o nome de Leo não sai de moda e voltou a crescer, apesar de a taxa de natalidade ter caído.

Leo ainda está no topo do ranking, na quinta posição (superado por Marc, Nil, Pol e Jan), mas pela primeira vez é o nome mais usado na província de Barcelona, ​​algo que não havia conseguido mesmo nas melhores temporadas de Messi.

O argentino deixou o Barcelona após conquistar 34 títulos, jogar 778 jogos e marcar 672 gols. Messi ainda é o único jogador da história a marcar mais de 40 gols em 10 temporadas consecutivas. Também foi eleito seis vezes o melhor do mundo com a camisa do Barcelona e está no Guinness World Records como o maior artilheiro em um único ano (96 gols, em 2012).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários