Tamara Gorro
Instagram
Tamara Gorro

O ex-jogador do Real Madrid , Ezequiel Garay, saiu em defesa de sua esposa Tamara Gorro e do seu casamento.

O antigo jogador da seleção argentino publicou uma extensa mensagem nas redes sociais em resposta aos rumores que dão conta que a separação do casal não teria passado de uma farsa e que os problemas de saúde mental que a modelo assumiu publicamente seriam igualmente falsos.

O ex-jogador do Real Madrid começou o desabafo apontando que hoje vivemos "num mundo ao contrário", em que "o mau prevalece sobre o bom". Ele ainda reiterou que os problemas de Tamara (ver galeria de fotos abaixo) são reais, acrescentando não desejar a ninguém "o que ela sofre".

"Nunca fiz nenhuma declaração sobre o que está acontecendo nos últimos meses, mas chegou o momento de o fazer porque entendo que tudo tem um limite e este está sendo ultrapassado. Quando a minha mulher e eu nos separamos, recebi milhares de mensagens de apoio. Hoje estamos juntos de novo e dizem que era tudo uma mentira e ninguém fica feliz. Estamos vivendo num mundo ao contrário, em que o mau prevalece sobre o bom. Ficamos felizes quando as pessoas estão mal e criticamos quando estão bem", apontou.

Na sequência, falou sobre a doença da esposa. "Também quero dizer que estou cansado de que se insinue que a doença da minha mulher é uma farsa. Tem de se suicidar, como acontece com outros, para se saber que é verdade? Que raio está acontecendo nesse mundo? Oxalá fosse mentira porque não desejo a ninguém o que ela está vivendo há muitos anos. E eu também, como seu companheiro de vida", apontou.

Por fim, o ex-jogador do Real Madrid mandou um recado. "Deixemos as pessoas serem felizes, que adoeçam e tenham a oportunidade de sorrir para sempre, ou ao menos durante uns benditos cinco minutos. Deixemos que as pessoas lutem, que se arranjem ou que se separem, mas deixem as pessoas viver a sua vida. Respeito o trabalho e a opinião de cada um, mas não aceito mentiras", concluiu.

Garay anunciou a aposentadoria em 2021. Em sua carreira, além do Real Madrid , jogou no Newell's Old Boys, Racing Santander, Benfica, Zenit e Valência. Pela seleção argentina ele atuou em 32 jogos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários