Com câncer terminal, Andy Goram tem apenas seis meses de vida
Divulgação
Com câncer terminal, Andy Goram tem apenas seis meses de vida

Uma triste notícia abalou as torcidas de Manchester United e Rangers nas últimas horas. O ex-goleiro Andy Goram (veja galeria de fotos abaixo) foi diagnosticado com câncer terminal e descobriu que tem apenas seis meses de vida pela frente.

Após saber do resultado e revelar para seus fãs, o ex-arqueiro suspendeu a quimioterapia ao ser avisado que teria 12 semanas para viver.

Aos 58 anos, Goram colocará nesse tempo como prática a luta contra a doença, estabelecendo uma de suas últimas metas na vida.

"Vou lutar como nunca lutei antes", revelou o lendário ex-goleiro, apelidado de 'The Goalie'.

A doença chegou na vida de Goram há cerca de sete semanas. Com isso, ele passou a lutar para comer e beber, pensando que sofrai de uma azia.

Após ignorar os sintomas, conseguiu uma consulta presencial com seu médico em Coatbridge, com dores insuportáveis e extremamente magro.

"Eu pensei que tinha uma indigestão severa. Era como se minha garganta estivesse bloqueada. Depois de algumas semanas, piorou e nada estava acontecendo", afirmou.

Goram foi diagnosticado pelos médicos com câncer de esôfago de nível 4. A doença logo se espalhou para fígado, pulmão direito, três vértebras e costelas.

"O cirurgião explicou onde estava todo o câncer e era inoperável. Danny (filho de Goram) desmoronou enquanto eu tentava avaliar a situação", desabafou.

Mesmo podendo ter nove meses de vida, em caso de quimioterapia, Goram desistiu da ideia ao explicar o quanto o tratamento deixou sua ex-esposa Miram doente, já que a mesma havia lutado contra o câncer no ano passado.

"Fazer quimioterapia e ficar em agonia por mais três meses e qualidade de vida zero? Não, obrigado. A quimioterapia está fora do menu", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários