Messi
Divulgação
Messi

O argentino Lionel Messi se tornou o atleta mais bem pago do mundo. Com 130 milhões de dólares de ganhos (valor bruto e sem considerar impostos) nos últimos 12 meses, o jogador conquistou o primeiro lugar no ranking anual da Forbes dos atletas mais bem pagos do mundo. Em reais, a quantia chega a R$ 668 milhões.

A publicação estima que o salário de Messi, que já tinha liderando a lista em 2019, tenha sido reduzido em cerca de 22 milhões de dólares em relação ao seu último ano de contrato com o Barcelona, porém, seus múltiplos acordos de patrocínio o levaram à primeira posição, derrubando o lutador Conor McGregor , que surpreendentemente desapareceu das primeiras posições.

Cristiano Ronaldo , que trocou a Juventus pelo Manchester United, está em terceiro lugar este ano, com US$ 115 milhões (R$ 590 milhões). Entre eles está LeBron James, a lenda dos Lakers, com 121,2 milhões de dólares (R$ 621 milhões), superando o recorde de 96,5 milhões de dólares que ele estabeleceu no ano passado para um jogador da NBA.

Nesse sentido, James se torna o décimo atleta a faturar mais de 100 milhões de dólares em um único ano, um marco que Messi e Ronaldo já alcançaram cinco vezes. Neymar (US$ 95 milhões), Stephen Curry (US$ 92,8), Kevin Durant (US$ 92,1), Roger Federer (US$ 90,7), Canelo Alvarez (US$ 90), Tom Brady (US$ 83,9) e Giannis Antetokounmpo (US$ 80,9) completam o topo de atletas mais bem pagos.

Coletivamente, os dez atletas mais bem pagos do mundo embolsaram US$ 992 milhões (R$ 5 bilhões) nos últimos 12 meses. Isso representa uma queda de 6% em relação a 2021, mas o declínio está diretamente relacionado ao declínio de McGregor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários