Fred
Instagram
Fred

O ex-atacante John Carew será julgado pelos tribunais noruegueses no próximo mês de agosto e terá que se defender da acusação de suposta evasão fiscal.

Com uma carreira marcada por passagens pelo Valência, West Ham, Lyon e Aston Villa, ele está sendo acusado de esconder uma fortuna avaliada em 27 milhões de libras, ou seja, R$ 160 milhões. 

O jogador também é acusado de evitar pagar cerca de 500 mil libras (R$ 3 milhões) entre 2014 e 2019, e de não declarar uma renda que chegaria a um milhão de libras no mesmo período (R$ 6 milhões). Em 2012, Carew foi declarado falido pelo Supremo Tribunal da Inglaterra.

"Este é um caso sério porque envolve evasão fiscal ao longo de muitos anos de uma quantia significativa de dinheiro", explica Marianne Bender, procuradora-geral de Oslo. Se os fatos forem comprovados, John Carew poderá enfrentar uma pena de prisão de seis anos, o máximo estipulado pela lei norueguesa para casos de evasão fiscal.

Leia Também

O jogador, por sua vez, se defende. “Recebi conselhos que deram errado”, diz John Carew, que alega que não tinha entendido a lei fiscal. Por sua vez, o advogado Berit Reiss-Andersen responsável pela sua defesa destaca: “Ele erroneamente acreditava ser residente fiscal no Reino Unido”. 

Carew, que pendurou as chuteiras para se dedicar ao mundo do cinema, foi companheiro no Lyon do atacante Fred, do Fluminense. Antes da Copa de 2014, por exemplo, ele esteve na Granja Comary, para desejar sorte ao brasileiro.

"Vim aqui apenas dar um apoio ao Fred. Ele é meu amigo há muito tempo. Falei que ele vai marcar dois gols no próximo jogo", afirmou Carew, na época.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários