Putin e Abramovich são aliados de longa data
Montagem iG/reprodução Twitter
Putin e Abramovich são aliados de longa data

Obrigado a vender o Chelsea após se tornar alvo de sanções por parte do governo britânico e da União Europeia, Roman Abramovich (veja fotos na galeria abaixo) foi indicado por Vladimir Putin como um dos emissários para negociar a paz com a Ucrânia.


Segundo o site 'Financial Times', o oligarca russo já esteve reunido com membros do gabinete de Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia.

Esta não é a primeira vez que Abramovich se envolve neste tipo de negociações. Após o primeiro encontro, David Arakhamia, líder parlamentar do partido de Zelensky, confirmou à imprensa que o bilionário russo tinha estado presente na Bielorrússia e a participação dele surgiu devido ao passado como judeu.

Abramovich tem evitado a constante aproximação com Vladimir Putin e não esteve presente na reunião que o presidente russo fez com os donos das companhias estatais no dia em que a invasão da Ucrânia começou. A relação com o mandatário do país europeu se tornou prejudicial para o ex-dono dos Blues.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários