Pochettino
Divulgação
Pochettino

O PSG ainda junta os cacos após a eliminação para o Real Madrid nas oitavas de final da Champions League. Em meio à acusações de um jornalista francês contra o brasileiro Neymar - que, segundo ele, estaria chegando bêbado aos treino s -, muito se especula sobre a demissão do técnico Mauricio Pochettino.

Embora o clube não fale sobre a saída, já que é o atual líder do Campeonato francês com 12 pontos de vantagem sobre o Marselha, na Europa, a mídia calcula o prejuízo que o PSG terá ao demitir o técnico argentino, que já teria a aprovação de Cristiano Ronaldo para assumir o Manchester United .

Se quiser se livrar do profissional, ao todo, o time francês terá que pagar 20 milhões de euros, ou seja, R$ 108 milhões.

Para piorar, há também multa para Jesús Pérez, braço direito do treinador, que recebe cerca de 80 mil euros brutos por mês; Miguel D'Agostino e Toni Jiménez (50 mil euros brutos por mês cada); e o filho de Pochettino, Sebastiano (20 mil euros brutos mensais).

Leia Também

Pochettino é o treinador mais bem pago do campeonato francês, com um salário bruto de 1,1 milhão de euros e tem contrato até 2023. Esse valor supera mais que o triplo dos 330 mil euros mensais que Jorge Sampaoli recebe no Olympique de Marselha.

De acordo com o L'Équipe, apesar do grande impacto econômico, o PSG considera que o treinador teve tempo suficiente para fazer o time jogar e que o duro golpe sofrido no Bernabéu cravou a saída do treinador ao final do campeonato nacional.

Sobre um substituto, muito se fala sobre Zidane, porém, com a intenção do francês em assumir a seleção daquele país, o nome do brasileiro Thiago Motta ganhou força .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários