Refugiados vindos da Ucrânia entram na Polônia pela fronteira de Medyka
Reprodução/ACNUR
Refugiados vindos da Ucrânia entram na Polônia pela fronteira de Medyka

O Real Madrid anunciou a doação de um milhão de euros (R$ 5,6 milhões) com o objetivo de "atenuar as necessidades da população refugiada da Ucrânia" em consequência da invasão russa do país.

O donativo tem como destino a Cruz Vermelha; o Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR); o Cesal em Madrid, organização de ajuda humanitária; as Missões salesianas; e o 'Epicenter for children'.

Além do donativo, o clube distribuiu também 13 mil peças de roupa, de material desportivo e recreativo para os centros da Cruz Vermelha e Cesal de Madrid, na ajuda que têm prestado para o acolhimento de refugiados em Espanha.

O clube também vem mantendo na sua página oficial um canal para doação, destinado a todos os afetados com a guerra na Ucrânia.

Desde que a Rússia lançou a ofensiva militar em 24 de fevereiro, mais de 4,8 milhões de pessoas fugiram, entre as quais três milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários